Conecte-se conosco

Geral

Unesc lança programa de financiamento para estudantes em decorrência da pandemia da Covid-19

Publicado

em

Ouça esta matéria

Criciúma

A permanência do estudante na universidade é uma das preocupações da atual gestão da Unesc e, por isso, a instituição lançou, nesta quarta-feira (6/5), mais um programa de auxílio aos estudantes, o Unesc Financia Covid-19. O programa, que irá permitir o financiamento de até 50% das mensalidades até dezembro de 2020, foi apresentado a representantes estudantis em videoconferência. 

Com a chegada da pandemia da Covid-19, a instituição vem tomando diversas medidas que auxiliam o estudante a continuar os estudos, como a flexibilização de pagamentos e descontos nas mensalidades e agora o programa de financiamento. “Somos uma universidade comunitária, mas não somos pública estatal, logo, a sustentabilidade da universidade se dá por meio dos seus estudantes. Estamos muito dedicados a encontrar soluções para a superação dos tantos desafios impostos pela pandemia, bem como os impactos financeiros sobre a vida de nossos estudantes,  e faremos o que estiver ao nosso alcance para garantir a permanência dos nossos alunos, sobretudo neste momento de crise”, comenta a reitora da universidade, Luciane Bisognin Ceretta.

Programa permitirá financiamento de até 50% das mensalidades

Planejado e estruturado para os estudantes mais carentes, o Unesc Financia Covid-19 funcionará por meio de seleção de perfil socioeconômico, levando em consideração a renda per capita. O estudante que optar pelo financiamento deverá entrar no Minha Unesc, fazer a solicitação e preencher todos os requisitos. O prazo de inscrição é de 7 a 17 de maio. Serão 228 vagas, e entre os pré-requisitos, o estudante precisa estar matriculado regularmente. O resultado dos selecionados será divulgado no dia 23 de maio. 

De acordo com a pró-reitora de planejamento e desenvolvimento institucional, Gisele Coelho Lopes, o programa é mais uma ação para garantir a permanência do estudante na universidade. “Desde a chegada da pandemia e os impactos econômicos, a Unesc tem se preocupado com a permanência dos estudantes na universidade. Sabemos o quanto essa ajuda pode fazer a diferença na realidade econômica dos nossos acadêmicos”, revela. 

O programa permite ao estudante financiar até 50% das mensalidades, mas não é acumulativo a outros benefícios, como bolsas e descontos. Outros estudantes que tiverem 20%, por exemplo, poderão financiar ainda 30% da mensalidade. 

Estudantes recebem a notícia com reconhecimento aos esforços da universidade 

A reunião online contou com a participação do DCE e representantes de Centros Acadêmicos da universidade. A estudante Alice Coelho recebeu a notícia com empatia. “É um período diferente para todos nós. Sinto muito orgulho por ter escolhido a Unesc, pois está sendo feito tudo que está ao alcance”, comenta.

Para o vice-presidente do DCE, Guilherme Strelow o Unesc Financia vem em boa hora para o acadêmico. “Eu possuo o fies e não me encaixo em muitas modalidades de bolsa, então sinto na pele o quanto o financiamento estudantil pode nos auxiliar, em momento esse que muitos sentiram os impactos da Covid-19, muito bom ver essa mobilização da nossa Unesc”, declara.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Criciúma chega a 248 mortes por Coronavírus

Publicado

em

Ouça esta matéria

O município de Criciúma chegou nesta sexta-feira as 248 mortes registradas na cidade em decorrência da Covid-19. As três últimas vítimas foram confirmadas em boletim enviado pela vigilância epidemiológica.

As vítimas são três homens. Eles tinham 44, 35 e 63 ano e estavam internados em hospitais da cidade. O município segue solicitando a população que mantenha atenção aos cuidados para as medidas sanitárias de combate ao Coronavírus.

Continue Lendo

Geral

Em Morro da Fumaça, aulas iniciam no dia 17 de fevereiro de forma híbrida

Publicado

em

Ouça esta matéria

Os alunos da Rede Municipal de Morro da Fumaça retomam as aulas no próximo dia 17 de fevereiro de forma híbrida devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Todos os detalhes foram definidos em encontro com as gestoras das escolas e dos Centros de Educação Infantis (CEI’s).

A secretária do Sistema de Educação, Greicy Salvador Zaccaron, explica que para organização do retorno, os pais responderão uma pesquisa para que se tenha uma diagnóstico do retorno. “Os pais terão a opção de escolher se o filho terá aula presencial ou remota”, destaca.

A lei  18.032/2020, do Governo do Estado, considera as atividades educacionais essenciais, por isso a opção pelo presencial, porém, para isso, foi elaborado o Plano de Contingência da Educação para a Retomada das Aulas Presenciais (Plancon Edu). “É um instrumento de planejamento e preparação que está pronto e aprovado pela Defesa Civil e por uma comissão criada para acompanhar este trabalho. Por isso, os pais podem ficar tranquilos que o retorno será seguro. Estamos tomando todas as medidas de prevenção e combate ao coronavírus”, pontua Greicy.

Conforme a portaria conjunta 983/2020, se a Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) estiver  na matriz de risco grave (cor laranja), e se manter assim ou migrar para a matriz amarela ou azul, as escolas e CEIs estão autorizadas a retomar as aulas presenciais, desde que a capacidade operativa das salas respeitem o distanciamento social de no mínimo 1,5 metro.

Continue Lendo

Geral

Não dê esmolas: Assistência Social de Criciúma alerta sobre riscos decorrentes da ação

Publicado

em

Ouça esta matéria

Criciúma dispõe de três serviços à disposição da população em situação de rua. Por isso, a Secretaria Municipal da Assistência Social e Habitação pede para que a população não oferte esmolas. Isso porque, na maioria dos casos, as doações não são utilizadas para a alimentação, além de incentivar a permanência nas ruas e não proporcionar bem-estar às pessoas.

A permanência da população em situação de rua nas sinaleiras pode ocasionar riscos, como atropelamentos e acidentes ao estarem caminhando pelas avenidas. “Se não for ofertada a esmola, automaticamente essa população que se encontra em situação de rua vai procurar os atendimentos disponibilizados pelo governo”, explicou o secretário municipal da Assistência Social e Habitação de Criciúma, Bruno Ferreira.

Serviços em prol da população em situação de rua

Os serviços à disposição da população em situação de rua estão funcionando normalmente. São estes: Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), Casa de Passagem e Abordagem Social.

“Estes serviços são essenciais para que eles tenham direito à alimentação, banho, vestuário, bem como atendimentos e acompanhamentos”, afirmou a coordenadora da Proteção Social Especial de Média e Alta Complexidade, Dudi Sônego.

Centro Pop

Aberto de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, o Centro Pop dispõe de refeições, vestuários, sanitários, higiene pessoal, armazenamento de pertences e emissão de documentos. Diariamente, cerca de 35 cafés da manhã, 25 almoços e 20 cafés da tarde para a população em situação de rua que recorre ao equipamento. Este fica localizado na rua Martinho Lutero, 179-325. Saiba mais em: https://www.criciuma.sc.gov.br/site/noticiaUnica.php?noticia/14086#conteudo.

Casa de Passagem

Com vagas para 20 homens e oito mulheres, a Casa de Passagem funciona 24h horas por dia, em todos os dias da semana. No local, são realizados encaminhamentos, prestados auxílios para a elaboração de currículos, além de conter dormitórios, refeições e higiene pessoal a disposição dos usuários. A Casa de Passagem fica na rua Giácomo Sônego Neto, 415, no bairro Pinheirinho. Saiba mais em https://www.criciuma.sc.gov.br/site/noticiaUnica.php?noticia/14414#conteudo .

Abordagem Social

A Abordagem Social consiste em educadores que circulam pelas ruas, oferecendo os serviços do Centro Pop e da Casa de Passagem à população em situação de rua. Saiba mais em https://www.criciuma.sc.gov.br/site/noticiaUnica.php?noticia/15012#conteudo .

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com