Cardápio digital cria experiência inovadora em bares e restaurantes

Disponibilizada nas mesas e balcões, tecnologia agiliza o atendimento, reduz custos e aumenta a lucratividade dos estabelecimentos

Muitos consumidores já devem ter se deparado, em alguns restaurantes, com um tablet em cima das mesas do OiMenu, startup de cardápios digitais, de Araranguá. Ao inserir essa experiência tecnológica, os negócios do ramo de alimentação fora do lar estão atraindo ainda mais clientes, que aprovam a novidade e se encantam com a praticidade e benefícios do cardápio digital.

Isso porque deixa-se para trás os tradicionais cardápios de papel ou plástico, que em muitos estabelecimentos costumam passar uma má impressão quando sujos, rasgados e/ou engordurados, para abrir espaço para uma tela simples, elegante e que, além de tudo, confere autonomia e praticidade para o cliente.

A autonomia acontece devido ao autoatendimento, em que o cliente não precisa esperar pelo garçom para realizar o pedido. Com o cardápio digital, ele mesmo o realiza, personaliza o prato e, como num passe de mágicas, manda o pedido direto para a cozinha. A experiência fica ainda mais rica quando o cliente percebe que o tempo de espera, entre o pedido e o recebimento do produto solicitado, diminui drasticamente. 

Essa experiência digital coloca o cliente como se ele fosse o seu próprio garçom, o que é uma forma de reduzir a equipe, mantendo-a mais enxuta e sem comprometer o fluxo de trabalho. Importante ressaltar que o OiMenu conta com suporte multilinguagem e a capacidade de gerar relatórios detalhados, em tempo real. 

Fundado com o propósito de modernizar o sistema de pedidos de bares e restaurantes, o cardápio digital do OiMenu, além de tudo, possibilita a personalização dos pedidos, através da inclusão e retirada de ingredientes, tudo feito pelo cliente, que é auxiliado por meio de fotos com alta resolução.

O proprietário do restaurante Ryori Sushi, Guilherme Lanaro, conta que o cliente prefere consumir a culinária japonesa quando pode ver as imagens: “Sem imagens, fica difícil vender essa culinária. Alguns clientes não conhecem os nomes dos pratos e, às vezes, mesmo os que já comeram, não conseguem descrever o produto, de forma correta. Muitas vezes a equipe precisava trazer o produto até a mesa, para que o cliente pudesse visualizá-lo. O OiMenu mudou isso. Agora, o cliente faz o seu pedido e as modificações de sua preferência”, afirma ele.

Conheça alguns benefícios do cardápio digital:

  • Cliente tem autonomia para personalizar seu pedido;
  • Experiência digital e tecnológica para o cliente, num ramo tão tradicional;
  • Chama o garçom, pelo próprio tablet;
  • Visualização dos pratos, através de imagens em alta resolução;
  • Personalização dos pedidos;
  • Menos tempo de espera entre o pedido e o recebimento do prato;
  • Permite review (elogios e críticas), ao fim de cada refeição.

O cardápio digital já faz muito sucesso nos restaurantes de países reconhecidos pela evolução tecnológica, como é o caso dos Estados Unidos e do Japão. É que, por lá, as novidades que otimizam o tempo dos usuários de qualquer tecnologia são muito valorizadas.

O software de autoatendimento proporciona isso, e está chegando com muita força no cenário brasileiro. Aliás, o Brasil é um dos mercados que mais consomem tecnologia, no mundo – e essa é uma ótima maneira de levar um pouco de inovação para um setor tão tradicional, quanto o food service.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *