Conecte-se conosco

Polícia

Homem morre ao cair do telhado em Jaguaruna

Publicado

em

Ouça esta matéria

Um homem de 42 anos morreu nesta tarde de quarta-feira ao cair do telhado. No momento do acidente ele fazia a instalação de internet na residência. Durante o trabalho ele perdeu o equilíbrio e caiu. Segundo os bombeiros a vítima usava cinto de segurança, mas o equipamento não estava ancorado corretamente.

Quando os socorristas chegaram ao local, na comunidade de Olho D´água, já encontraram o homem sem os sinais vitais. Os profissionais ainda tentaram reanimar a vítima, mas ela não resistiu. Profissionais da Celesc auxiliaram no trabalho fazendo o desligamento da rede elétrica no local.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Dupla que simulou latrocínio é condenada por homicídio qualificado em Criciúma

Publicado

em

Ouça esta matéria

Um homem de 32 anos e uma mulher de 54 anos foram condenados, em sessão do Tribunal do Júri da comarca de Criciúma, pelo homicídio qualificado do esposo da acusada, ocorrido em julho de 2019, no bairro Verdinho, na cidade-sede da comarca. A s​essão, presidida pelo juiz substi​tuto Guilherme Costa Cesconetto, foi promovida na última quinta-feira (16/9) e durou quase 14 horas.

De acordo com a denúncia, a dupla de acusados, que tinha um relacionamento extraconjugal, teria decidido matar o esposo da acusada para poderem manter o seu relacionamento amoroso abertamente. No dia do crime, a vítima foi surpreendida pelos réus ao chegar em casa e atacada por diversos golpes de faca, foice, pedra e martelo, que causaram traumatismo crânio-encefálico, causa de sua morte. Após o crime, a mulher teria levado o acusado até a residência dele e simulou que o esposo havia sido vítima de latrocínio. O homem foi preso três dias após os fatos, ocasião em que confessou o homicídio, e a mulher foi presa quatro meses após o crime.

Na sessão, o Conselho de Sentença reconheceu que a mulher praticou homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima, e ela foi condenada a 16 anos de reclusão, em regime inicial fechado. Já o homem foi condenado por homicídio qualificado por meio cruel, todavia o Conselho reconheceu a diminuição de pena em razão do privilégio, uma vez que o crime foi cometido sob domínio de violenta emoção. Ele foi condenado a 10 anos de reclusão, em regime inicial fechado. Aos réus foi negado o direito de recorrer em liberdade, uma vez que suas prisões são necessárias para garantir a ordem pública. Cabe recurso da decisão ao TJSC. (Ação Penal 0004881-53.2019.8.24.0020)

Continue Lendo

Polícia

PF deflara operação contra à disseminação de pornografia infantojuvenil na internet

Publicado

em

Ouça esta matéria

Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (17/9) nova fase da Operação P2J (Pedo to Jail), com o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, expedido pela 1.ª Vara Federal de Criciúma/SC, em um imóvel localizado na cidade de Araranguá/SC. 

As investigações foram iniciadas a partir de relatório apresentado pelo NCMEC (National Center for Missing and Exploited Children), que reportava o armazenamento, disseminação ou divulgação de conteúdo alusivo a abuso sexual infantojuvenil, promovido por um usuário de uma rede social.

Com o aprofundamento das investigações, foi identificado que o suspeito, de 21 anos, estaria utilizando a rede social para compartilhamento dos arquivos com outros usuários, inclusive de outras nacionalidades. 

Nesta manhã foi realizada a apreensão de equipamentos de informática, celulares e mídias de armazenamento. Todo o material apreendido será submetido a perícia, com foco na comprovação dos crimes investigados, identificação de possíveis abusadores sexuais e suas vítimas, bem como na busca de informações que possam indicar o envolvimento do suspeito com os crimes de produção de pornografia infantil e estupro de vulnerável. 

As ações têm por escopo auxiliar forças tarefas internacionais na luta pela erradicação de materiais contendo cenas de abuso e exploração sexual infantil na internet e contam com apoio de organismos internacionais como a NCMEC.

O crime de compartilhamento de arquivos de pornografia infantil, previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente, é punido com pena de reclusão de 3 a 6 anos. Já o crime de posse de arquivos de pornografia infantil, tipificado no mesmo estatuto, é punido com pena de reclusão de 1 a 4 anos. 

Continue Lendo

Polícia

Homem tenta se passar por policial e acaba preso por embriaguez

Publicado

em

Ouça esta matéria

Um homem foi preso na noite desta quinta-feira em Criciúma depois de tentar se passar por policial e cometer crime de embriaguez ao volante. A ocorrência teve início pouco antes da meia-noite, quando o homem chegou a uma farmácia da Avenida Universitária. Ele tentou entrar no local sem o uso da máscara e alegou que era policial. Com a negativa da funcionária ele deixou o estabelecimento e saiu dirigindo em alta velocidade.

Após o incidente a PM foi acionada e quando a guarnição se deslocava recebeu a informação que o suposto policial havia colidido contra o toldo de uma lanchonete. Abordado pela PM ele voltou a contar a história de que era que era policial e que bateu o carro em uma perseguição. Os policias pediram então a sua identificação funcional. O homem entregou apenas a CNH e rapidamente os policiais descobriram a farsa. No carro do suspeito eles localizaram maconha e ainda constataram a embriaguez do falso policial que acabou detido.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com