Conecte-se conosco

Polícia

Homens são condenados por latrocínio de taxista em Urussanga

Publicado

em

Ouça esta matéria

Urussanga

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) obteve a condenação de dois homens pelos crimes de latrocínio e ocultação de cadáver de um taxista, ocorridos em janeiro deste ano em Urussanga. André dos Santos e Gutierri Pavan José foram condenados, respectivamente, a 27 anos e 10 meses e a 31 anos e 4 meses de reclusão em regime inicial fechado.

A ação penal ajuizada pela 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Urussanga relata que os dois réus se encontraram no dia 14 de janeiro para usar drogas. Para comprá-las, decidiram assaltar o taxista Joãozinho Bellucco, que já era conhecido de André e foi chamado com a desculpa de fazer uma corrida até a cidade vizinha de Morro da Fumaça.

Conforme denúncia apresentada pelo Promotor de Justiça Elias Albino de Medeiros Sobrinho, no trajeto da suposta corrida, na rodovia SC-445, ainda em Urussanga, os criminosos anunciaram o assalto e ordenaram a Joãozinho que parasse o veículo. Ali amarraram as mãos da vítima, cobriram sua cabeça com uma fronha e um saco plástico e roubaram seu celular, sua aliança e cerca de R$ 700,00 em dinheiro.

Em seguida, colocaram o taxista no banco de trás do veículo e se dirigiram para um local ermo – uma área isolada e cercada por mato na estrada que dá acesso ao Morro da Lagoa – onde André asfixiou o taxista utilizando uma corda de varal. Em seguida, os réus esconderam o corpo da vítima no mato, debaixo de pedaços de madeira e galhos de árvore.

Na sequência, em poder dos objetos roubados, os criminosos fugiram com o veículo da vítima, que foi abandonado e incendiado em outro lugar, com a intenção de destruir qualquer vestígio que os pudesse incriminar. O automóvel foi encontrado no dia seguinte. O corpo de Joãozinho, porém, só foi achado quatro dias depois pelo seu filho, que organizou buscas na região com ajuda de parentes.

Nos dias subsequentes, a investigação policial chegou aos autores do crime, ao apurar a tentativa de negociação do celular roubado e imagens da movimentação do veículo flagradas por câmeras de segurança. Os dois foram, então, presos temporariamente e em seguida tiveram decretada a prisão preventiva, situação que perdurou até a condenação.

O Juízo da 2ª Vara da Comarca de Urussanga julgou a ação do Ministério Público procedente e condenou os réus pela prática dos crimes de latrocínio (roubo cuja violência resulta na morte da vítima) e ocultação de cadáver. Presos durante todo o curso do processo, os réus tiveram negado o direito de apelar em liberdade. A decisão é passível de recurso.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Polícia Civil indicia 10 pessoas por roubos

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Divisão de Repressão à Roubos da Polícia Civil de Criciúma (DRR/DIC-PCSC), coordenada pelo Delegado Yuri Miqueluzzi, encerrou investigações em sete inquéritos policiais relacionados a roubos em Criciúma.

Os crimes ocorreram entre setembro do ano passado e março deste ano. As ações dos criminosos totalizaram onze roubos na região central da cidade e também nos bairros Vila Manaus, Mina do Mato, São Sebastião e Renascer. Em um dos inquéritos foi apurada a autoria de cinco roubos pelo mesmo investigado, estando atualmente recolhido no Presídio.

Entre os delitos solucionados estão roubos em residências, de veículos, em comércio e de pedestres. Os criminosos agiam com uso de arma de fogo ou faca, de forma isolada ou em duplas. Quatro dos indiciados estão recolhidos no Presídio de Criciúma. Os inquéritos com indiciamentos foram remetidos ao Poder Judiciário.

Continue Lendo

Polícia

Mulher esfaqueia e mata marido durante briga em Lauro Müller

Publicado

em

Ouça esta matéria

Uma mulher foi presa na noite deste domingo acusada de matar o próprio marido. Caso foi registrado em Lauro Müller. A acusada contou a polícia que agiu em legítima defesa. Segundo a versão da mulher o casal estava em casa quando iniciou uma discussão por conta de um celular. Durante a briga ela teria sido agredida pelo companheiro.

A mulher foi então até a cozinha, pegou uma faca e desferiu um golpe contra o peito do homem. Ele foi encontrado pelos bombeiros caído no banheiro. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu e morreu a caminho do Hospital. Já a mulher foi detida e encaminhada para Criciúma.

Continue Lendo

Polícia

Polícia conclui inquérito sobre criança morta pelo pai em Siderópolis

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Polícia em Siderópolis, concluiu nesta quinta-feira (10) o inquérito policial que apurou as circunstâncias do feminicídio de uma criança de um ano.

O crime ocorreu na noite de 07 de junho, no bairro Vila Esperança, em Siderópolis. O pai do bebê, de 24 anos, teria asfixiado a criança enquanto a mãe teria se omitido.

O pai foi indiciado por feminicídio, tortura, maus tratos, ameaça, dano ao patrimônio público, desacato e vias de fato. Já a mãe, além de omissão de socorro, vai responder por tortura e maus tratos. A Polícia Civil apurou, ainda, que os pais privavam os outros dois filhos de alimentação.

Com relação à mãe, a Polícia Civil deduziu que houve prática de maus tratos, na forma qualificada, pois colocava em perigo as duas crianças na presença de seu marido.

O inquérito policial foi concluído após a Polícia Civil ouvir em depoimento 12 testemunhas e analisar os laudos periciais do Instituto Geral de Perícias (IGP). O documento foi enviado ao Fórum da Comarca de Criciúma.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com