Conecte-se conosco

Política

Frente Parlamentar ODS será lançada hoje na Alesc

A Frente Parlamentar de Apoio aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) na Assembleia Legislativa, coordenada pelo deputado Fabiano da Luz (PT), será lançada hoje (01/06), às 18h. O evento virtual vai abordar assuntos como a importância dos ODS às pessoas e o papel do Parlamento nesse debate. Os interessados poderão acompanhar a transmissão ao vivo pelo Canal do Youtube da Alesc.

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Frente Parlamentar de Apoio aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) na Assembleia Legislativa, coordenada pelo deputado Fabiano da Luz (PT), será lançada hoje (01/06), às 18h. O evento virtual vai abordar assuntos como a importância dos ODS às pessoas e o papel do Parlamento nesse debate. Os interessados poderão acompanhar a transmissão ao vivo pelo Canal do Youtube da Alesc.

A criação da frente parlamentar atende ao pedido da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), da Federação Catarinense de Municípios (Fecam) e do Movimento Nacional ODS Santa Catarina.

O deputado Fabiano esclarece que a iniciativa tem a finalidade de estabelecer relações de cooperação para alcançar os 17 ODS – como erradicar a pobreza, a fome e assegurar educação inclusiva – que devem ser implementados por todos os países do mundo até 2030. “É extremamente importante priorizar essas questões humanitárias em um momento em que famílias estão em situação de vulnerabilidade, passando por uma situação mais drástica e urgente na pandemia”, afirmou o coordenador da frente parlamentar.

Para o diretor da Egem (Escola de Gestão Pública Municipal) da Fecam, Dionei Walter da Silva, a criação da frente parlamentar é uma conquista importante, pois “os ODS, adotados em 2015 em reunião entre chefes de Estado e de governos na ONU, refletem as aspirações de diversas nações para construir uma trajetória mundial com equilíbrio ambiental e social”. “As metas estabelecidas visam a construção de um mundo mais justo, próspero, sustentável e igualitário até 2030. E para que isto aconteça, cada entidade e cada cidadão precisa se engajar e fazer a sua parte.”

A frente parlamentar permitirá “a aceleração do engajamento da sociedade catarinense na Agenda 2030”, segundo o coordenador do Movimento Nacional ODS em Santa Catarina, Gilson Zimmermann. “O Legislativo analisará e promoverá estudos, iniciativas e leis voltados para políticas públicas de temas centrais da referida agenda, como por exemplo o fomento ao desenvolvimento humano e sustentável, por meio da adoção dos ODS.”

Políticas públicas
Para o coordenador Adjunto de Mobilização do Movimento ODS de Santa Catarina, Fernando Barbosa dos Santos, “a frente parlamentar é de extrema importância para a sociedade no debate sobre políticas públicas, conhecimento e no auxílio para nortear o legislativo, sobretudo quando se tem como base os ODS, uma agenda universal que tem como principal missão a construção de uma sociedade mais justa, igualitária e equilibrada”.

Com a instituição da frente parlamentar, segundo a coordenadora de Projetos Especiais na Facisc e no ODS Think Tank no Movimento ODS no estado, Adelita Adiers, a expectativa é que “a Agenda 2030 e os ODS alcancem temas relevantes para os catarinenses, oportunizando ações concretas a partir de políticas públicas coordenadas”.

A programação terá palestras dos especialistas Paulo Medeiro, secretário Executivo de Justiça e Cidadania do DF, e do deputado federal Nilto Tatto, coordenador da Frente Parlamentar Mista de Apoio aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU no Congresso Nacional.

Integram a frente parlamentar, além do coordenador Fabiano da Luz, as deputadas Ada de Luca e Luciane Carminatti, e os deputados Coronel Mocellin, Fernando Krelling, Ismael dos Santos, Marcius Machado, Marcos Vieira, Mauricio Eskudlark, Nazareno Martins, Neodi Saretta, Ricardo Alba, Rodrigo Minotto e Valdir Cobalchini.

SAIBA MAIS

Os 17 ODS

Objetivo 1: Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares;

Objetivo 2: Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável;

Objetivo 3: Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades;

Objetivo 4: Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos;

Objetivo 5: Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas;

Objetivo 6: Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos;

Objetivo 7: Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos;

Objetivo 8: Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos;

Objetivo 9: Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação;

Objetivo 10: Reduzir a desigualdade dentro do Estado de Santa Catarina;

Objetivo 11: Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis;

Objetivo 12: Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis;

Objetivo 13: Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos;

Objetivo 14: Conservação e uso sustentável do oceano, dos mares, dos recursos marinhos, lagos, rios e para o desenvolvimento sustentável;

Objetivo 15: Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater à desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade;

Objetivo 16: Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis; e

Objetivo 17: Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Em nota, Câmara confirma cancelamento de Concurso Público

Publicado

em

Ouça esta matéria

Câmara Municipal de Criciúma informa que está suspenso o concurso público anunciado oficialmente no dia 9 de setembro em seu site. Nesta quarta-feira, 15 de setembro de 2021, no processo de preparação do edital, a Casa Legislativa foi informada pelo Instituto O Barriga Verde (IOBV), contratado desde o dia 14 de dezembro de 2020 para realizar os trâmites, que o mesmo está impossibilitado judicialmente de exercer a realização dos trabalhos.

Confira na íntegra nota enviada pelo Instituto o Barriga Verde:

O Instituto o Barriga Verde, comunica que está cumprindo os mandados judiciais números 310018895251 e 310019049899 oriundos da Comarca de Taió, e estão suspensas temporariamente todas as suas atividades em andamento.

Trata-se de processo que tramita em segredo de justiça, referindo-se a pedido de dissolução da entidade com base nas finalidades estatutárias, não tendo correlação com aplicação de provas, cursos ou concursos praticados. Desde o princípio, o IOBV se posicionou a favor da elucidação dos fatos, e diante do deferimento parcial emitido pela Comarca de Taió, pretende cumprir rigorosamente todas decisões, conforme orientações de seu corpo jurídico.

O IOBV não envidará esforços para acompanhar e fiscalizar a realização de todo o processo, e estará disponível para esclarecimentos de dúvidas única e exclusivamente pelo email [email protected]

Continue Lendo

Política

Dom Paulo Evaristo Arns é homenageado na Câmara de Forquilhinha

Publicado

em

Ouça esta matéria

A vida religiosa e os ensinamentos deixados por dom Paulo Evaristo Arns foram relembrados em noite de homenagens na Câmara de Forquilhinha. Os vereadores aprovaram uma moção de aplausos nesta segunda-feira, dia 13, em celebração ao centenário do frade franciscano. Uma lembrança foi entregue aos familiares do religioso, representado pelas sobrinhas Lilian Arns e Andreia Dassoler Vassoler Arns.

Nascido em Forquilhinha no dia 14 de setembro de 1921, dom Paulo Evaristo Arns apoiou ao lado da irmã, a médica Zilda Arns, a criação das Pastorais da Criança, da Pessoa Idosa e de DST/Aids na Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). “Fica o orgulho e a gratidão do povo Forquilhinhense pela história de amor, luta e fé dessa grande personalidade”, ressalta Marilda Casagrande (PP), propositora da homenagem.

Conhecido como ‘Cardeal da Esperança’, o religioso esteve à frente da Igreja em São Paulo entre os anos de 1970 e 1998, e morreu aos 95 anos no dia 14 de dezembro de 2016. “Quem não conhece a história de dom Paulo Evaristo Arns, eu sugiro que leia e procure saber. Durante a ditadura militar, ele visitava os presos políticos como forma de preservar suas vidas. Cada cidadão do nosso município tem muito orgulho de Dom Paulo e Zilda Arns, filhos desta terra”, conclui o presidente da Câmara de Vereadores, Célio Elias.

Continue Lendo

Política

Operação Benedeta: Polícia Federal indicia 14 pessoas

Publicado

em

Ouça esta matéria

Polícia Federal concluiu o inquérito aberto após a Operação Benedeta e que apurou irregularidades cometidas na administração pública sobre contratos com de financiamento para pavimentação entre Caixa e Governo Municipal. No documento encaminhado a Justiça a Polícia Federal indica o indiciamento de 14 pessoas. Na lista dos indiciados aparecem o prefeito de Urussanga Gustavo Cancellier, que está afastado das funções, o irmão do prefeito e o ex-secretário de obras.

Os indiciamentos são pela prática dos crimes de organização criminosa; desvio de recursos, extravio, sonegação ou inutilização de livro ou documento; falsidade ideológica e peculato. De acordo com os dados apurados pela Polícia Federal, um dos contratos teria sido superfaturado em mais de 640 mil reais. Agora o caso fica aos cuidados da Justiça.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com