Conecte-se conosco

Economia

Santa Catarina segue com menor índice de desemprego no Brasil

Publicado

em

Santa Catarina fechou o quarto trimestre do ano de 2023 com a menor taxa de desocupação do país. O dado é de uma pesquisa do IBGE, a PNAD Contínua, divulgada nesta sexta-feira, 16. Isso quer dizer que no período, o estado era o que mais tinha pessoas empregadas. Para se ter uma ideia, a taxa de desocupação em SC, com base na avaliação do quarto trimestre de 2023, ficou em 3,2%, enquanto que no estado onde há mais gente à procura de uma vaga de trabalho esse índice chega a 14,2%. Santa Catarina se destaca ainda como o estado com o maior índice de trabalhadores com carteira assinada.

“Não é ser melhor do que ninguém, mas Santa Catarina é isso, é trabalho, é resiliência. A gente vê no dia a dia, vem a dificuldade e em seguida o povo tá de pé novamente. Vem a crise, o estado é o último a entrar e o primeiro a sair, reconstruindo, trabalhando firme. Ao encontro dessa força, o Governo tá investindo em obras estruturantes, na saúde, na segurança, na educação e principalmente em quem produz e gera emprego. A meta é melhorar sempre”, disse o governador Jorginho Mello.

Segundo a pesquisa, a taxa de desocupação do país no 4° trimestre de 2023 foi de 7,4%. A amostragem por sexo aponta que o índice está em 6,0% para os homens e 9,2% para as mulheres. Já para as pessoas com ensino médio incompleto, a taxa foi de 13,0%, superando a dos demais níveis de instrução. Para as pessoas com nível superior incompleto, a taxa foi 7,6%, mais que o dobro da verificada para o nível superior completo (3,6%).

No ano de 2023, o nível da ocupação do país (percentual ocupados na população em idade de trabalhar) foi estimado em 57,6%. Na média anual, o nível da ocupação catarinense (65,9%) foi o maior do país em
2023, superando o Mato Grosso e Goiás (64,7%), e avançou ante 2022 (64,6%). A atividade Outros Serviços (12,8%), com 24 mil pessoas ocupadas a mais, teve o maior crescimento percentual e absoluto entre as atividades no 4º trimestre de 2023. Alojamento e alimentação (12,6%), com 20 mil ocupados a mais, veio em seguida. Serviços domésticos (5,3%)Indústria geral (1,9%) e Transporte, armazenagem e
correio (1,5%)
 também ganharam população ocupada entre o 3º e 4º trimestres de 2023. Também avançou 1,1% no 4º trimestre de 2023 a ocupação na atividade Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas.

O secretário de Estado do Planejamento, Edgar Usuy, comemora os números da pesquisa e destaca o trabalho estratégico do Governo do Estado em fortalecer setores como o turismo, por exemplo, com ações ao longo de todas as estações do ano. “Isso movimenta a economia e a geração de empregos em diferentes regiões”, observa. Usuy pontua ainda que a pesquisa mostra o bom desempenho no índice de ocupação no Meio Oeste, no Litoral Sul e na Serra Catarinense. “Com isso, o desenvolvimento econômico começa a ficar mais equilibrado geograficamente no nosso estado, o que é, realmente, muito importante para que a gente possa ter todas as regiões com musculatura econômica, com projetos e planejamentos de médio e longo prazo para que a gente consiga elevar cada vez mais a estrutura e a organização da economia catarinense”, completa.

Empregados com carteira assinada

Segunda a PNAD, no quarto trimestre de 2023, Santa Catarina também era o estado com o maior percentual de empregados com carteira assinada – 88,2%. Em seguida, aparecem os outros dois estados do Sul: Rio Grande do Sul com 81,9% e Paraná com 81,7%. O percentual de empregados com carteira assinada era de 73,7% dos empregados do setor privado.

A taxa de informalidade para o Brasil foi de 39,1% da população ocupada. Os menores índices ficaram com Santa Catarina (27,6%), Distrito Federal (30,4%) e São Paulo (31,2%).

Economia

SEI24 receberá Lasaro do Carmo Júnior

Publicado

em

Com mais de 25 anos de experiência empresarial, Lasaro do Carmo Júnior será um dos palestrantes principais do SEI24 – Sinergia, Empreendedorismo & Inovação. Quando assumiu a presidência da Jequiti, em 2008, a empresa tinha R$ 20 milhões de faturamento. Em 2015, entregou com R$ 523 milhões de vendas net. Pela primeira vez no Sul de Santa Catarina, o CEO e empresário vai apresentar toda a experiência acumulada com inovação, rotinas produtivas, foco e cultura organizacional para as vendas na primeira noite do SEI, em 21 de maio, com a palestra O que Importa é Seu Resultado. O evento acontecerá em Içara com ingressos limitados.

Lasaro é graduado em História; MBA em Marketing, passou pela extensão em Inovação nos Negócios pela Wharton Business School e pela extensão em Gestão de Negócios pela francesa INSEAD. É conselheiro empresarial, professor do MBA da PUCRS e atua na gestão estratégica, formação de times, reestruturações empresariais, além de ser autor também do livro O que Importa é Seu Resultado, lançado em 2020. “O mundo mudou, o consumidor mudou, as empresas têm que mudar. Não existe empresa de sucesso parada, sem mudança. Para ter dinheiro novo, tem de haver fato novo”, ressalta.

Além de Lasaro, a primeira noite será repleta de conhecimento também com três cases regionais no palco principal e uma arena para a exposição de produtos, serviços e a facilitação de negócios no Rhóis Centro de Eventos. Atualmente na sexta edição, o SEI24 será promovido pela Associação Empresarial de Içara em conjunto com o Governo Municipal, o Sebrae e o envolvimento de mais de 50 marcas do Sul de Santa Catarina. A venda de passaportes iniciará na primeira quinzena de abril. O primeiro lote, promocional, será limitado a 100 ingressos.

“O SEI tem o propósito de provocar a criatividade, o conhecimento, as conexões e oportunidades. Já integramos mais de 8 mil participantes e queremos impactar ainda mais organizações e pessoas que valorizam as boas práticas e o compartilhamento de experiências. Esta é uma jornada  em que todos ganham, uma viagem que proporciona evolução, nos instiga a exploração de novos horizontes e a descoberta de caminhos sem limitações de fronteiras”, ressalta o presidente da ACII, Marco Aurélio Périco Góes.

Continue Lendo

Economia

Monique Pizzetti, CEO do Super Moniari, conquista segundo lugar em premiação nacional

Vencedores do Profissionais do Ano, promovido pela Associação Brasileira dos Supermercados, foram conhecidos na manhã desta terça-feira (9), durante o evento Super Market

Publicado

em

A executiva Monique Pizzetti, CEO da Rede Super Moniari, conquistou o segundo lugar no Prêmio Profissionais do Ano, realizado pela Associação Brasileira de Supermercado – ABRAS, na categoria que abrange empresas do mesmo porte (posição 101º em diante no Ranking ABRAS). A entidade realizou a cerimônia de premiação na manhã desta terça-feira (9), durante a programação do Super Market, evento nacional direcionado ao segmento supermercadista.

A votação do Profissionais do Ano 2024 reuniu indicados do Brasil inteiro e registrou votação recorde, com mais de 50 mil pessoas cadastradas, segundo a organização do prêmio. Para Monique, o momento foi de muita emoção e gratidão. “Cada gesto de reconhecimento daqueles que votaram é muito significativo. Representar o Sul do Estado neste pódio, apenas 78 votos abaixo do campeão, indica que as iniciativas que estamos promovendo na nossa empresa estão sendo observados nos grandes centros do país”, ressaltou.

Empresária integra programação de conteúdo

O Super Market, denominado como o “Encontro das Comunidades Supermercadistas de Alta Performance” ocorre ao longo desta terça-feira (9), no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Além de sair com o segundo lugar no Profissionais do Ano, Monique Pizzetti está na programação de conteúdo do evento. A executiva sul catarinense vai moderar um painel sobre Gestão de Pessoas, ao lado de representantes de outras três redes supermercadistas de diferentes regiões do Brasil.

Continue Lendo

Economia

Cinco empresas catarinenses se destacam entre as 50 maiores no Ranking ABRAS 2024

Publicado

em

A Associação Catarinense de Supermercados (Acats) comemora o excepcional desempenho das empresas catarinenses no cenário nacional, conforme evidenciado pelo tradicional Ranking ABRAS, anunciado na noite de 08 de abril. Este estudo anual, que oferece uma visão detalhada das movimentações do setor supermercadista brasileiro no ano anterior, colocou cinco gigantes de Santa Catarina em posições de destaque entre as 50 maiores do país: Grupo Koch, Grupo Giassi, Grupo Angeloni, Grupo Mundialmix e Grupo Passarela, reforçando a importância do varejo alimentar do estado no cenário nacional.

Os resultados foram divulgados durante o Smart Market, um encontro de lideranças do varejo alimentar realizado no Transamérica Expo Center em São Paulo, que vai até esta terça-feira, 09 de abril. O evento serve como plataforma para as principais discussões e tendências do mercado.

As empresas catarinenses, conhecidas por sua capacidade de inovação e compromisso com a excelência, obtiveram as seguintes colocações e movimentações financeiras no Ranking ABRAS 2024:

• Grupo Koch, bandeiras Super Koch e Komprão Koch Atacadista, com sede em Itapema, encontra-se em 10º lugar, com R$ 8 bilhões.
• Grupo Giassi, bandeiras Supermercados Giassi e Combo Atacadista, com sede em Içara, está em 29º, com R$ 3,8 bilhões.
• Grupo Angeloni, bandeiras Supermercados Angeloni e Super A Atacadista, com sede em Criciúma, segue de perto em 30º lugar, com R$ 3,5 bilhões.
• Mundialmix Comércio de Alimentos, bandeiras Imperatriz e Brasil Atacadista, com sede em Palhoça, em 36° lugar, com R$ 2,6 bilhões.
• Grupo Passarela, bandeiras Passarela Supermercados e Via Atacadista, com sede em Concórdia, em 45° lugar, com R$ 1,9 bilhão.

Além disso, o Grupo Pereira, presente em SC, ocupa a 7ª posição, com uma movimentação de R$ 13,2 bilhões.

“A presença proeminente de nossas empresas no Ranking ABRAS 2024 é uma clara demonstração do trabalho árduo, dedicação e visão de futuro que caracterizam o setor supermercadista de Santa Catarina”, afirma o Presidente da Acats, Alexandre Simioni, que é CEO do Grupo Passarela. “Este reconhecimento não apenas fortalece as empresas destacadas, mas também serve como inspiração para todo o nosso setor em sua busca contínua por excelência e inovação”, completa.

A Acats parabeniza os cinco grupos classificados pelo notável desempenho e pela contribuição para o crescimento econômico e social de Santa Catarina. Este sucesso reflete o compromisso contínuo das empresas com a qualidade, a satisfação do cliente e a sustentabilidade, pilares fundamentais para um futuro promissor do setor supermercadista no estado.

Sobre a Acats

A Associação Catarinense de Supermercados (Acats) é a voz e o suporte do setor supermercadista em Santa Catarina, promovendo o desenvolvimento, a inovação e a competitividade entre seus associados. Com uma visão voltada para a sustentabilidade e a excelência, a Acats desempenha um papel crucial no sucesso do varejo alimentar do estado.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2024 sulnoticias.com