Conecte-se conosco

Saúde

Profissionais da saúde de Forquilhinha recebem a primeira dose da vacina contra o Coronavírus

Publicado

em

Ouça esta matéria

O Governo de Forquilhinha iniciou na manhã desta terça-feira (20) a vacinação contra o coronavírus para os profissionais do Pronto Atendimento, Centro de Triagem COVID-19 e Samu. Foram imunizadas do Pronto Atendimento, as enfermeiras Michele Barbosa Semeler Warmling e Mônica Dal Pont Bonfanti, as técnicas de enfermagem Viviane Lopes Ferreira, Keyse Luiza Machado de Jesus e Mônica Scarsi e as estagiárias de enfermagem Vanusa Fernandes e Maria Eduarda Vieira Kammer. Do Samu, o técnico de enfermagem, Leandro Mello da Silva. E do Centro de Triagem COVID-19, a enfermeira Hariele Rosa De Souza e a técnica de enfermagem Ana Carolina Farias de Souza. O ato simbólico aconteceu no Pronto Atendimento.

A enfermeira Michele Barbosa Semeler Warmling, de 33 anos, foi a primeira profissional vacinada no Pronto Atendimento. Antes de receber a dose, ela disse que o coração já estava a mil por hora. “É muita emoção e felicidade, uma conquista. A espera acabou e a vacina chegou. É vitória”, afirma Michele, pedindo a todos que mantenham os cuidados, mesmo com a chegada da vacina.

O secretário de saúde, Clenio Ricken destacou que os profissionais estão preparados para a campanha de imunização. “Começamos a imunizar os profissionais da linha de frente nesta primeira fase, eles que são os nossos guerreiros e enfrentam a doença diariamente. Conforme as doses chegam ao município é ampliada a vacinação para os outros grupos conforme o Plano Nacional de Imunização”.

“É um momento histórico para Forquilhinha. Não está faltando o nosso empenho junto ao Ministério da Saúde de forma integrada com os demais municípios para que venham o mais rápido possível as doses da vacina para imunizarmos toda a população. Não podemos deixar de manter as precauções dentro das normas básicas de saúde que é o uso da máscara, a higienização e o distanciamento”, destaca o prefeito José Cláudio Gonçalves, o Neguinho.

O município recebeu 128 doses da vacina e continuará as imunizações durante o dia para as equipes da saúde.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Criciúma inicia vacinação em idosos com mais de 90 anos

Publicado

em

Ouça esta matéria

Iniciou nesta terça-feira (9), em Criciúma, a vacinação de idosos acima de 90 anos contra a Covid-19. As Unidades Básicas de Saúde entrarão em contato com as pessoas cadastradas para agendamento da aplicação.

A Secretaria de Saúde estima que haja cerca de 550 idosos com idade superior a 90 anos e pelo menos 200 já fizeram seu cadastro. Para receber a dose, é necessário cadastro no Portal Minha Vacina https://minhavacina.criciuma.sc.gov.br.

Lembrando que todos os detalhes sobre a vacinação em Criciúma, incluindo doses recebidas, doses aplicadas, auxílio para cadastro, chat para retirar dúvidas, além de denúncias, estão à disposição da população no portal.

Continue Lendo

Geral

Pesquisa liderada pela Unesc sobre sequelas da Covid-19 recebe recursos da BRF

Publicado

em

Ouça esta matéria

O estudo multicêntrico sobre os danos que a Covid-19 pode causar no organismo de pessoas que desenvolveram a doença, liderado pelo professor doutor da Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), Felipe Dal Pizzol, conta com recursos da multinacional do ramo alimentício BRF. O apoio financeiro é de cerca de R$ 280 mil e foi formalizado à Universidade e ao líder da pesquisa no fim de 2020.

No ofício encaminhado, representantes da BRFHub (braço de inovação aberta da BRF que procura conectar a empresa com novos estudos e tecnologias) afirmam que as parcerias formalizadas pela empresa têm, como principal objetivo, fortalecer ações humanitárias e de desenvolvimento social e local. “Acreditamos no poder da ciência nacional e trazemos pesquisadores e startups para nossos programas. Temos buscado ativamente alternativas inovadoras para combater a Covid-19 e, ao analisar mais de 40 iniciativas de combate à pandemia, identificamos que o estudo que tem sido coordenado pela Universidade do Extremo Sul Catarinense poderá contribuir e beneficiar a sociedade de maneira geral”, reforça a companhia. 

Dal Pizzol explica que o projeto visa monitorar um grupo de 300 pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com Covid-19 tanto durante a internação hospitalar até 1 ano após, para avaliar a mortalidade e as consequências da doença, como incapacidade pulmonar, neurocognitiva e conexões do sistema nervoso central. O professor da Unesc afirma ainda que os pesquisadores irão calcular também os dias de vida de cada paciente que foram perdidos por conta do novo coronavírus.

“Com o apoio financeiro da BRF, o projeto “Estudo prospectivo e multicêntrico dos fatores preditivos de mortalidade hospitalar e carga de doença da Síndrome Respiratória Aguda Grave”, que havia sido contemplado em 2020 pelo edital do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), ganhou um valioso recurso extra para fazer algumas análises nos sobreviventes da Covid-19 que não estavam inicialmente previstas no escopo”, afirma Dal Pizzol.

O projeto é liderado pelo professor doutor do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Unesc (PPGCS), Felipe Dal Pizzol, e tem a participação de pesquisadores e profissionais de diversas instituições: Hospital São José e da Unimed, de Criciúma; Hospital Nereu Ramos e Hospital Universitário (HU), de Florianópolis; Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); Hospital das Clínicas, de Porto Alegre; Universidade da Região de Joinville (Univille); Hospital Regional de Joinville e Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (Uniarp), de Caçador.

Continue Lendo

Saúde

Centro de Especialidades HSJosé: um grande aliado no diagnóstico e prevenção das doenças

Publicado

em

Ouça esta matéria

Criciúma

O Centro de Especialidades Médicas do Hospital São José de Criciúma, funciona no formato de uma clínica, oferecendo atendimento em diversas áreas da saúde, como clínica médica, ortopedia, infectologia, mastologia, cardiologia, entre outras.

Para agendamento de consultas e exames por meio de convênios ou de forma particular, o paciente pode solicitar seu agendamento via WhatsApp, chat online, ou telefone se assim houver necessidade, tudo para facilitar ainda mais o atendimento dos pacientes. Além de consultas, o paciente poderá realizar exames e pequenos procedimentos no local também, se houver recomendação médica.

O serviço funciona desde novembro de 2018 e, com o passar dos anos, novas especialidades foram sendo incorporadas ao serviço, que hoje conta com 31 especialidades para atendimento.

Com espaço amplo, moderno e totalmente informatizado, o serviço dispõe de toda infraestrutura necessária, além de quatro consultórios médicos para atendimento especializado. “Nosso objetivo é atender o paciente que nos procura e suprir todas as necessidades que poderão surgir para realização de seu tratamento. Aqui ele consulta, se precisar fazer exames já faz, se necessita de pequenos procedimentos também já realizamos ou caso haja necessidade de uma possível internação ou procedimento cirúrgico também já faz aqui. Realizamos uma extensão significativa de exames, desde angiotomografia aos exames de raios-x”, aponta Renata Mendes Machado, gerente do Serviço de Apoio e Diagnóstico Terapêutico – SADT.

No mesmo local, a população tem disponível, caso haja necessidade, salas especiais para pequenos procedimentos. Tudo concentrado dentro da Instituição, mas em um espaço específico do Centro de Especialidades, onde a entrada principal fica localizada na Rua Coronel Pedro Benedet.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com