Grupo trabalha para manter serviços essenciais no Estado

O comitê de crise do Governo do Estado está trabalhando permanentemente para manter os serviços básicos essenciais em pleno funcionamento durante a paralisação dos caminhoneiros. A equipe está em constante avaliação das necessidades, no Centro Integrado de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cigerd), e cria estratégias para garantir a entrega dos insumos para as áreas que precisam.

“Não estamos em situação emergencial, estamos em situação de atenção. O que a gente pede para a população é que não acredite em falsas informações. Nós estamos aqui para garantir a ordem”, reforça Rodrigo Moratelli, secretário da Defesa Civil do Estado.

A Secretaria de Segurança Pública trabalha com Serviço de Inteligência e mapeamento das manifestações e suas lideranças. “Essa ação nos possibilita negociar em casos de transporte das nossas necessidades em comboio. Até o momento conseguimos por meio das negociações garantir o tráfego de veículos com cargas de produtos agrícolas ou medicamentos, sem necessidade de uso da força”, esclarece o secretário Alceu de Oliveira Pinto Júnior.

CIRURGIAS ELETIVAS CANCELADAS

Na área da Saúde, o secretário de estado Acélio Casagrande informou que as cirurgias eletivas foram canceladas temporariamente até que a situação se restabeleça. Essas cirurgias serão remarcadas e retomadas, em uma fila organizada, assim que a situação se normalizar. “A prioridade agora é garantir o atendimento de urgência e emergência, além de manter as atividades do SAMU”, ressalta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *