foto - Difusora

Torcedores protestam e entram em confronto com Zé Carlos

Desde que voltou ao Heriberto Hulse o atacante Zé Carlos está longe do desempenho que o consagrou em 2012. Nesta terça-feira, apagado em campo, o jogador foi uma daqueles que o torcedor não perdoou. Vaiado em campo e substituído durante o segundo tempo o atleta acabou atacado por torcedores na saída do estádio e revidou. “O que aconteceu foi uma reação do Zé a ação de um vândalo. Ele tem contrato com o Criciúma e vai seguir normalmente. O Zé Carlos é profissional”, contemporizou o Diretor Robson Izidro.

Ao final da partida, insatisfeitos com o desempenho do time, os torcedores saíram do estádio protestando. Alguns foram para frente do Majestoso. Outros tentaram ir ao vestiário, mas acabaram impedidos.

No lado de fora, as palavras de ordem deram lugar ao confronto. Zé Carlos tentou deixar o estádio com a família, mas teve o carro cercado. Uma pedra foi arremessada e danificou o vidro do veículo. Zé então saiu do carro e com um pedaço de pau perseguiu o torcedor.  A PM que acompanhava a situação precisou intervir e usou balas de borracha para dispersar os manifestantes.

Caso foi registrado na Central de Plantão Policial e passa agora a ser acompanhado pelo departamento jurídico do Criciúma.