Conecte-se conosco

Política

Campanha “Do Sul pelo Sul” busca voto regional e consciente

Publicado

em

Ouça esta matéria

Movimento foi lançado nesta quinta-feira pela Acic e CDL de Criciúma

Conscientizar a população a votar em candidatos da região é o foco da Campanha “Do Sul pelo Sul” lançada na tarde desta quinta-feira, 16, pela Associação Empresarial de Criciúma (Acic) e pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma, na sede da entidade empresarial. A campanha conta com o apoio da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) e será encabeçada por cada associação empresarial do Sul e Extremo Sul em sua cidade.

Promovido em eleições anteriores, o movimento busca ampliar a representatividade política nas diversas esferas e também unificar a voz da classe empresarial em torno das bandeiras em prol da região Sul.

“Estamos passando por uma crise muito grande na área política, nas instituições democráticas como o Judiciário, o Legislativo e o Executivo, mas a sociedade precisa estar cada vez mais alerta para aquilo que está acontecendo. Nosso movimento é mobilizar a população para votar consciente, votar em candidatos que estão perto, que vivem na nossa região. Existe uma grande diferença quando possuímos representantes políticos da região na bancada seja estadual ou nacional. Nosso objetivo é eleger uma bancada, no mínimo, como há quatro anos com oito deputados estaduais e três federais”, destaca o presidente da Acic, Moacir Dagostin.

O presidente da CDL Criciúma, Gelson Philippi, também reforça a importância de buscar uma bancada representativa nestas eleições. “Não temos nenhum representante do Sul concorrendo para a majoritária e, diante disso, precisamos ter uma bancada de deputados fortes e comprometidos senão teremos muitas dificuldades para que as nossas demandas sejam atendidas. Essa não deve ser somente uma campanha da Acic e da CDL e sim de todos”, coloca. “Queremos, inclusive, convidar os candidatos que almejam vaga para governador a estarem aqui para que se comprometam conosco”, reforça.

A Campanha “Do Sul pelo Sul” será veiculada em diferentes meios de comunicação, que também serão parceiros do movimento.

Prioridades elencadas

Entre as prioridade levantadas pela entidade empresarial estão uma série de sugestões para as áreas política e administrativa e de infraestrutura, como a elaboração de um plano de desenvolvimento para o Sul, com metodologia de implementação; criação de mecanismos para uma administração pública eficiente, com planejamento estratégico para médio e longo prazo; estadualização do Hospital Materno Infantil Santa Catarina; construção do Centro de Inovação de Criciúma, implantação de uma política de apoio à atração de novas empresas; criação da Região Metropolitana Carbonífera; fixação da barragem do Rio Araranguá; integração do sistema modal: ferrovias, rodovias e marítimo; conclusão e duplicação do Anel de Contorno Viário de Criciúma; ampliação de rotas internacionais no Porto de Imbituba e revitalização das Rodovias Jorge Lacerda e Luiz Rosso.

No dia 13 de setembro um encontro com os candidatos do Sul já está agendado na Acic para apresentação dessas demandas.

 Objetivos da Campanha “Do Sul pelo Sul”

  • Escolher um candidato que conhece a realidade da sua região;
  • Votar em candidatos que representem a região sul de Santa Catarina;
  • Ampliar a representatividade política nas diversas esferas;
  • Unificar a voz da classe empresarial em torno das questões e bandeiras em prol do desenvolvimento da região para alcançar resultados mais efetivos junto às lideranças políticas.
Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Prefeito de Orleans, Jorge Luiz Koch, é o 38º presidente da AMREC

Publicado

em

Ouça esta matéria

O Prefeito de Orleans, Jorge Luiz Koch (MDB) tomou posse como presidente da Associação de Municípios da Região Carbonífera, em cerimônia ocorrida nesta quinta-feira à tarde (14/01). O prefeito de Orleans vai suceder o ex-prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin.

Em seu discurso de posse, o prefeito anunciou a apresentação da Unesc do plano de desenvolvimento regional, que deve acontecer no dia 28, final deste mês. “Temos que a missão de buscar as pautas positivas para nossa região. Os 12 prefeitos, mensalmente, vão se reunir aqui na AMREC e vão discutir aquilo que é importante”, afirmou o presidente da AMREC, que colocou a vacina contra a Covid como a primeira pauta.

“O Governo Federal e Estadual tem a responsabilidade. Mas se não dar resultado, a FECAM e a AMREC já estiveram no Butatan apresentando a carta de intenção de compra”, comentou Jorge. Ele ainda disse que a pauta da AMREC é enorme, pontuando sobre a cadeia produtiva do carvão; o projeto Recuperar, de manutenção das rodovias estaduais; o selo Sisbi, para que as agroindústrias consigam vender seus produtos para todo o Brasil.
O ex-prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin, conduziu a reunião, por ter sido o último presidente. Ele reforçou a importância da associação na busca das pautas regionais. “Os problemas são quase todos os mesmos. E é aqui que vamos em busca da solução desses problemas”, ele agradeceu os colegas e os servidores da AMREC e desejou sucesso aos prefeitos que vão estar a frente da AMREC.

Jorge será o quarto prefeito de Orleans na presidência da AMREC e o 38º a ocupar o cargo de presidente. Antes dele foram Valmir José Bratti (2008); Jacinto Redivo (2012); e Marco Antonio Bortoncini Cascaes (2013).

Eleição na AMREC

A eleição na AMREC funciona num rodizio entre os partidos. No primeiro ano de mandato o partido com maior número de prefeitos. No caso o MDB, com cinco (Orleans, Balneário Rincão, Treviso, Lauro Muller e Cocal do Sul). No segundo ano o partido com maior número de prefeitos e assim sucessivamente. No caso PSDB e PP tem três prefeituras de casa, mas a soma da população favorece ao PSDB (Criciúma, Nova Veneza e Siderópolis), que deve assumir em 2022; o terceiro ano será do PP (Morro da Fumaça, Urussanga e Içara) e depois será o PSD, que tem a prefeitura de Forquilhinha.

Continue Lendo

Política

Em Brasília, Salvaro busca manutenção do Complexo Jorge Lacerda e a continuidade do Canal Auxiliar

Publicado

em

Ouça esta matéria

Depois de passar a terça-feira buscando recursos na capital do Estado, o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, passou esta quarta-feira (13), na capital federal, também com agenda cheia de solicitações para projetos importantes para a cidade. Uma das reuniões foi no Ministério de Minas e Energia, onde foi dada continuidade na busca da manutenção do Complexo Termelétrico Jorge Lacerda. 

Em reunião com o ministro Bento Albuquerque, o prefeito argumentou os motivos da necessidade de continuidade do complexo para o Estado e para os municípios do Sul. “Ele é o ponto principal de toda uma cadeia produtiva de carvão mineral. Quase tudo que é produzido no Sul é encaminhado para a usina. O carvão também é a principal carga transportada pelas ferrovias e o setor carbonífero envolve mais de 20 mil empregos. Além disso temos a SATC, toda uma comunidade escolar que também é dependente do setor”, destacou o prefeito, que acompanhou o Grupo de Trabalho, formado por deputados estaduais, federais, senadores e o governador Carlos Moisés.

No encontro ficou definido que o grupo, que objetiva o desenvolvimento e o fortalecimento do setor energético do Sul, tem até 180 dias para analisar passivos tributários, passivos ambientais, viabilidade econômico-financeira e o programa para Uso Sustentável do Carvão Mineral. O relatório final deve ser apresentado em junho, quando serão dados os próximos passos para a continuidade do complexo de Capivari de Baixo.

Ainda em Brasília, Clésio Salvaro, acompanhado da deputada federal, Geovânia de Sá, e do secretário do Comitê Gestor, Vagner Espíndola Rodrigues, reuniu-se com o Secretário Nacional de Saneamento, Pedro Ronald Maranhão, para quem solicitou a extensão do Canal Auxiliar, após apresentar as etapas já executadas e os resultados positivos para o município, que resolveram históricos problemas de cheias na região central.

Pedro Maranhão elogiou a obra e os benefícios proporcionados e comprometeu-se em buscar recursos ainda para 2021, já que a Lei Orçamentária Anual não foi votada e aprovada. Ele também irá construir uma parceria junto com a deputada Geovânia, para, da mesma forma, buscar emendas de bancada para atender a solicitação. O secretário ainda colocou-se à disposição para ajudar no que for necessário para viabilizar a continuidade do Canal Auxiliar, dada a importância da obra para Criciúma.

Continue Lendo

Política

Vampiro sobre o convite para a Educação: “Respondo semana que vem”

Publicado

em

Ouça esta matéria

Nos bastidores da política o principal assunto desta terça-feira foi o convite feito pelo Governador Carlos Moisés ao deputado Luiz Fernando Cardoso. O parlamentar do MDB do Sul do Estado foi chamado para ocupar o posto de Secretário de Estado da Educação. Vampiro está de férias no Sul do Estado e tem evitado falar sobre o assunto.

Através de um aplicativo de mensagens ele afirmou que não tem posição tomada. “No final da próxima semana eu vou responder”, sintetizou. Além de Vampiro, o MDB também tem outro nome cotado para ingressar no governo de Moisés. O deputado Valdir Cobalchini foi convidado pelo Governador para assumir a pasta do Desenvolvimento Sustentável.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com