Conecte-se conosco

Polícia

Civil indicia sete por suspeita de roubos em Criciúma

Publicado

em

A Divisão de Repressão à Roubos (DRR/DIC-Criciúma) concluiu as investigações em seis inquéritos policiais. Ao todo, sete pessoas foram identificadas e indiciadas por roubo com uso de arma e concurso de pessoas. Foram requeridas prisões preventivas, além de outras medidas cautelares, com deferimento pelo Poder Judiciário. Os crimes ocorreram, por duas vezes, na região central da cidade. Os demais roubos foram registrados nos bairros Mina do Mato, Jardim Maristela, Pinheirinho e Naspolini.

Em um dos crimes cometido por uma dupla em um posto de gasolina do Jardim Maristela, um deles foi preso em flagrante pela Polícia Militar. Iniciada a investigação, os policiais civis conseguiram identificar o segundo suspeito (25 anos), que teve sua prisão decretada. Em outro roubo em posto , com uso de arma, na Mina do Mato, um suspeito (24 anos) foi identificado e indiciado pelo crime. O investigado está recolhido no Presídio Augusta.

Ainda foi solucionado um roubo de uma caminhonete na região central. O autor rendeu mãe e filho que estavam saindo de casa e levou o veículo. O investigado foi identificado (32 anos) e teve a prisão preventiva decretada. Noutro roubo, de um malote de lotérica, por meio de integração de informações da Polícia Civil e Polícia Militar, foi identificado e indiciado um suspeito (29 anos) da execução do crime. A Polícia Civil requereu ao Poder Judiciário e cumpriu a prisão preventiva do investigado.

Outros dois roubos solucionados foram cometidos com uso de facas. No bairro Naspolini, um casal (24 e 19 anos) foi identificado como autores de um assalto contra um motociclista, que fazia entregas no local. Já no bairro Pinheirinho, foi esclarecido um assalto realizado dentro de um transporte coletivo. O suspeito (29 anos) ameaçou com faca o motorista e subtraiu quantia em dinheiro. Os três foram indiciados pela Polícia Civil. A pena para os delitos de roubo com arma de fogo pode superar 16 anos de reclusão. Nos roubos realizados por mais de uma pessoa, pode ultrapassar 13 anos. Se realizado sozinho, sem uso de arma de fogo, a reclusão pode atingir 10 anos.

“Neste ano, na condução de investigações policiais, a Divisão de Roubos representou por 32 prisões preventivas de suspeitos. Ao todo, nos últimos seis meses, foram mais de 300 representações da Divisão de Roubos ao Poder Judiciário, por alvo, incluindo buscas residenciais, prisões e outras medidas cautelares necessárias à investigação policial de roubos na região”.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Suspeito de estuprar a enteada é preso pela Civil em Criciúma

Publicado

em

Criciúma

Investigadores da Polícia Civil de Criciúma prenderam um homem acusado de violência sexual. Segundo o inquérito ele teria estuprado a própria enteada. O crime teria iniciado em 2018, quando a garota tinha apenas 11 anos. O caso foi registrado em Palhoça, mas a prisão ocorreu no bairro Ana Maria, para onde o acusado se mudou.

No inquérito, os investigadores apuraram que o acusado ameaçava a menina de morte para garantir que ela não contasse a ninguém sobre o estupro. A polícia também descobriu que além de estuprar o acusado também agredia a vítima.

Detido, ele prestou depoimento e foi levado ao presídio Santa Augusta, onde vai permanecer a disposição da Justiça.

Continue Lendo

Polícia

Civil indicia homem por roubo armado em Criciúma

Publicado

em

Criciúma

A Divisão de Repressão à Roubos da Polícia Civil de Criciúma (DRR/DIC), coordenada pelo Delegado Yuri Miqueluzzi, finalizou investigação de roubo armado no bairro Lote Seis, em Criciúma. O crime ocorreu em junho.

Após atrair a vítima simulando interesse em adquirir um aparelho celular, os autores anunciaram o assalto. A vítima foi amarrada com lacres e sofreu graves lesões. Após as agressões, os autores fugiram em um automóvel com placas clonadas, levando um telefone celular e valores.

A investigação policial identificou um dos autores (44 anos) envolvido no assalto. Ainda foi localizado o veículo usado no crime, sendo constatado ter sido roubado em Porto Alegre. Com o investigado ainda foi encontrado um revólver calibre .32 LR e dois simulacros de armas de fogo e algemas.

A Polícia Civil representou pela prisão preventiva do investigado, deferida pelo Poder Judiciário. O investigado possui histórico policial de envolvimento em roubos e extorsões. Foi encaminhado ao Presídio.

Continue Lendo

Polícia

Homem é condenado por feminicídio em Içara

Publicado

em

Içara

Um homem de 37 anos foi condenado por homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado a 32 anos de reclusão, em sessão do Tribunal do Júri promovida na comarca de Içara na última quinta-feira, 19/11. Segundo a denúncia, o crime aconteceu em abril de 2019, bairro Jardim Elizabete, na cidade-sede da comarca, quando o homem tentou matar sua companheira a facadas, mas foi impedido pela enteada. A jovem teria impedido a ação do acusado, colocou-se na frente da mãe, foi atingida por diversos golpes de faca e faleceu seis dias após o crime. 

O réu foi condenado a 32 anos, um mês e 23 dias de reclusão, em regime inicial fechado, pelos crimes de feminicídio e tentativa de feminicídio. O Conselho de Sentença também reconheceu a causa de aumento da pena, pelo crime ter sido praticado na presença de ascendente e descendente das vítimas. Cabe recurso ao Tribunal de Justiça.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2020 sulnoticias.com