Conecte-se conosco

Polícia

Com desdobramentos em Santa Catarina, PF desencadeia ação contra Fake News

Publicado

em

Criciúma

A Polícia Federal (PF) cumpre, desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (27), ordens judiciais determinadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

As ordens judiciais tratam de investigações sobre fake news (inquérito nº 4.781), conduzidas pelo ministro Alexandre de Moraes.

Os policiais federais cumprem 29 mandados de busca e apreensão em endereços no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina.

No Estado o principal alvo da operação é o empresário Luciano Hang, investigado como financiador das notícias falsas. Pelo menos três mandatos foram cumpridos em Brusque e Balneário Camboriú, em endereços que pertencem ao empresário. Ele nega qualquer envolvimento com o caso. 

Polícia

Membro do PCC é preso suspeito de envolvimento no assalto em Criciúma

Publicado

em

Gramado

Um dos nove presos na operação que busca esclarecer o assalto registrado contra a Agência do Banco do Brasil em Criciúma é Márcio Geraldo Alves Ferreira. Conhecido como Buda, ele é integrante do Primeiro Comando da Capital. Uma facção paulista que atua dentro e fora dos presídios em várias cidades do País. Buda foi detido em uma casa de Luxo na região Central de Gramado.

Com ele havia um outro suspeito, que tentou fugir para uma região de mata, mas também acabou detido. A suspeita da Polícia é que Buda seja um dos responsáveis pelo violento ataque registrado na última terça-feira em Criciúma. A operação que terminou com o assalto ao Banco do Brasil, levou pânico aos moradores da cidade.

Buda também é apontado pela Polícia como um dos responsáveis por planejar a tentativa de resgate de Marcos Herbas Camacho, o Marcola, líder do PCC.

Continue Lendo

Polícia

Assalto em Criciúma pode ter ligação com Facção Paulista

Publicado

em

Criciúma

A Polícia Gaúcha capturou nesta manhã mais dois suspeitos de envolvimento no assalto realizado contra o Banco do Brasil de Criciúma. Os criminosos foram localizados em Gramado, na Serra Gaúcha. Um dos detidos, segundo a Polícia, seria um mineiro que tem forte atuação junto a uma facção criminosa de São Paulo. Segundo as informações, o suspeito teria inclusive atuado em uma tentativa de resgate de um dos líderes deste grupo criminoso. Segundo a Polícia, as informações ainda precisam ser confirmadas.

“Através deste trabalho desenvolvido em parceria pelas Policias Civil de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul conseguimos capturar mais uma pessoa em Gramado e um outro que fugiu e foi encontrado em uma área de mata. Ainda não há identificação”, explica a delegada Nadine Tagliari Farias Anflor, chefe da Polícia Civil Gaúcha.

Ela também relatou as primeiras prisões feitas ontem no território gaúcho. “ As primeiras prisões foram feitas em São Leopoldo. São Paulistas de 30 e 44 anos. Eles tem passagens pela Polícia e seriam os batedores responsáveis por escoltar todos os veículos usados na ação. Eles já foram conduzidos para Santa Catarina”, afirma.

Os outros três presos, na cidade de Passo de Torres pela PRF seguem sendo ouvidos pela Polícia Civil Catarinense. Um dos homens já teria sido identificado por alugar uma casa na cidade de Morrinhos. Foi esta a casa usada pelas criminosos para fazer a transição durante a fuga. O dinheiro, as armas e o restante do grupo criminoso seguem sendo procurados pela Polícia.

Presos até o momento:

Três Paulistas em Passo de Torres

Dois Paulistas em São Leopoldo

Um mineiro e um não identificado em Gramado

Um preso em Morrinhos que tem identidade Paranaense e Paulista

Continue Lendo

Polícia

Polícia Civil destaca avanço das investigações sobre assalto em Criciúma

Publicado

em

Criciúma

Depois das primeiras prisões de suspeitos e de novos indícios levantados a Polícia Cviil de Santa Catarina emitiu nota destacando o avanço no trabalho de investigações sobre o assalto realizado contra o Banco do Brasil em Criciúma.

Confira a Nota

A Polícia Civil de Santa Catarina informa que, a respeito do roubo ao Banco do Brasil ocorrido em Criciúma na noite de segunda-feira (30), houve considerável progresso nas investigações e foram adotadas todas as providências legais sobre suspeitos do crime, por exemplo, a realização de representações judiciais em relação a esses suspeitos.

Os desdobramentos dos trabalhos investigativos neste momento serão mantidos em resguardo a fim de garantir o sucesso das investigações e tão logo seja possível as informações serão trazidas ao domínio público.

Os trabalhos da Polícia Civil de Santa Catarina no caso prosseguem sendo realizados em conjunto com a Polícia Civil do Rio Grande do Sul, Polícia Civil de São Paulo, Brigada Militar do Rio Grande do Sul, Polícia Rodoviária Federal de Santa Catarina, Polícia Rodoviária Federal do Rio Grande do Sul, além da Polícia Militar de Santa Catarina, Ministério Público de Santa Catarina, Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina (IGP/SC) e Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa de Santa Catarina.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2020 sulnoticias.com