Conecte-se conosco

Economia

Comerciantes projetam crescimento de até 10% no dia dos Pais

Publicado

em

Ouça esta matéria

Comércio de Criciúma está com expectativa em alta para as vendas do Dia dos Pais. Segundo Gelson Philipi, presidente da CDL, tem lojista apostando em um aumento de até 10% nas vendas em comparação com o período do ano passado. “Há um otimismo bastante grande com a data. Lojistas que se preparam com certeza vão vender mais. Tomara que o índice se confirme”, explica.

Segundo Gelson, o índice posse confirmar a previsão de um segundo semestre positivo. “A única incógnita é o processo eleitoral. Mas a projeção é de um segundo semestre de recuperação”, explica.

Projeção semelhante em Içara. Comércio local, a exemplo de Criciúma, tem horário diferenciado com lojas abertas até mais tarde sexta e sábado. “Temos sim um registro de crescimento de vendas nestes primeiros dias. A projeção é sim de incrementar o caixa ao longo do segundo semestre”, explica Alexandre Fernandes presidente da CDL de Içara.

A partir do Dia dos Pais a CDL de Içara vai colocar na rua a promoção para o fim do ano. “Vamos lançar a promoção que dar um carro zero quilômetro para um dos nossos clientes. Cada compra, a partir de 50 reais, vale um cupom. Essa promoção vai movimentar nosso comércio”.

Economia

Setor cerâmico de Criciúma pode ter exportação facilitada

Publicado

em

Ouça esta matéria

A pedido da indústria cerâmica da região, o Plano de Desenvolvimento Econômico (Pedem) de Criciúma organizou uma reunião on-line nesta sexta-feira (5) com os representantes do Porto de Imbituba, da prefeitura e do segmento ceramista para discutir a possibilidade de exportação de cargas do setor e também transporte para outras regiões do Brasil. Esse foi o segundo encontro promovido pelo projeto, de iniciativa e fomento do poder público municipal, para atender demandas da indústria cerâmica. O primeiro ocorreu em dezembro e solicitou a disponibilização de mais gás natural para a região, junto à Companhia de Gás de Santa Catarina (SCGás).

“Estamos empenhados em solucionar todas as dores do setor cerâmico e outros cinco eixos. Por isso, estamos estudando e escutando todas as demandas e buscando atendê-las, porque o Governo de Criciúma quer administrar juntos aos empresários e fazer o município crescer ainda mais e de maneira sustentável”, explicou o diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação de Criciúma, Aldinei Potelecki.

Na próxima segunda-feira (8), uma nova reunião será realizada com representantes da Prefeitura de Criciúma, Sindicato das Indústrias de Cerâmica (Sindiceram), Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e outras instituições. Na pauta, está previsto o levantamento de volume de carga de exportação da região, pedido solicitado pelo Porto de Imbituba, para dar continuidade nas tratativas.

Pedem

O plano visa estudar, planejar e desenvolver seis eixos da cidade: cerâmica, moda, comércio, tecnologia, construção civil e educação, este último transversal, ou seja, perpassa todos os outros. O objetivo é analisar cada segmento para garantir o desenvolvimento econômico, ecológico e social do município.

Continue Lendo

Agronegócio

Morro da Fumaça amplia convênio com cooperativa de agricultores familiares

Publicado

em

Ouça esta matéria

O Governo de Morro da Fumaça renovou o convênio com a Cooperativa da Agricultura Familiar Fumacense para 2021. O documento foi assinado pelo prefeito Noi Coral e pelo presidente da entidade, Antonio Nascimento de Oliveira, em ato realizado na manhã desta quarta-feira, dia 3, e  que também contou com a presença da diretora de Serviços Rurais, Patrícia Coral.

Além de renovar o convênio, o Município ampliou o valor repassado. “Os produtores rurais de Morro da Fumaça merecem todo o apoio do Poder Público Municipal e esta é mais uma ação entre tantas outras que realizamos em reconhecimento ao trabalho desempenhado por eles e que tanto contribui com a nossa cidade”, fala o prefeito.

Conforme a diretora de Serviços Rurais, Patrícia Coral, a iniciativa possibilita o auxílio aos agricultores. “É um estímulo que ajuda a deixar as coisas mais organizadas, pois contribui nos pagamentos administrativos, contador, médico veterinário que vai atuar como responsável técnico para as agroindústrias que busca a regularização no Serviço de Inspeção Municipal, entre outras coisas”, diz.

Continue Lendo

Economia

PIB cai 4,1% em 2020 e fecha o ano em R$ 7,4 trilhões

Publicado

em

Ouça esta matéria

Em 2020, tendo em vista os efeitos adversos da pandemia de Covid-19, o PIB (Produto Interno Bruto) caiu 4,1% frente a 2019, a menor taxa da série histórica, iniciada em 1996.

Houve alta somente na Agropecuária (2,0%) e quedas na Indústria (-3,5%) e nos Serviços (-4,5%). O PIB totalizou R$ 7,4 trilhões em 2020.

O PIB per capita alcançou R$ 35.172 em 2020, com queda de 4,8% em termos reais. Esta também foi a menor taxa da série histórica.

A taxa de investimento em 2020 foi de 16,4% do PIB, acima do observado em 2019 (15,4%). Já a taxa de poupança foi de 15,0% (ante 12,5% em 2019).

Frente ao 3º trimestre, na série com ajuste sazonal, o PIB teve alta de 3,2% no 4º trimestre de 2020. A Indústria e os Serviços cresceram 1,9% e 2,7%, respectivamente, enquanto a Agropecuária recuou (-0,5%).

Em relação ao 4º trimestre de 2019, o PIB caiu 1,1% no último trimestre de 2020. Foram registrados resultados negativos na Agropecuária (-0,4%) e nos Serviços (-2,2%), enquanto a Indústria (1,2%) cresceu.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com