Conecte-se conosco

Polícia

Mulher é presa em Criciúma acusada de tráfico de drogas

Publicado

em

Criciúma

Uma mulher foi presa acusada de tráfico de drogas. O flagrante foi registrado pela PM na tarde desta quinta-feira, no bairro Floresta II, em Criciúma. A polícia chegou até o local depois de receber informações de que uma casa  seria ponto de venda de entorpecente. A suspeita foi abordada no momento em que chegava a residência. Pela porta aberta os policiais identificaram uma porção de maconha sobre um aparelho de Televisão.

Em seguida, em busca na residência com auxílio de cão farejador, os policiais encontraram 8 gramas de cocaína, 454 gramas de maconha, balança de precisão, celular, um revólver calibre 32, munição e 245 reais em dinheiro.

A suspeita é a mesma que no início deste mês foi detida no bairro Maria Céu com mais de 200 comprimidos de ecstasy. Ela foi conduzida a delegacia para os procedimentos legais.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Preso segundo acusado de atacar transsexual em Içara

Publicado

em

Içara

A Polícia Civil capturou nesta terça-feira o segundo acusado de atacar a facadas a transsexual Rebeka Curts. O crime foi registrado na madrugada do último dia 17, em Içara. O crime teria ocorrido após uma chamada por um cliente. Ela foi atacada dentro do carro, mas conseguiu fugir e pedir ajuda. O primeiro envolvido no caso foi detido na última sexta-feira. Agora, com os dois suspeitos detidos a Polícia encaminhou o inquérito para o Ministério Público.

Durante a agressão, Rebeka recebeu pelo menos 30 punhaladas no rosto e na cabeça. Depois de ser atendida e liberada pelos médicos ele chegou a realizar um ato em frente ao Fórum de Criciúma pedindo justiça. Ela entende ter sido vítima de violência por sua opção sexual. Ela afirma que esta não foi a primeira vez que acabou agredida na região.

Continue Lendo

Polícia

Homem é condenado por feminicídio em Içara

Publicado

em

Içara

Um homem de 50 anos foi condenado a 26 anos de prisão, em sessão do júri promovida na última quinta-feira (22/10) na comarca de Içara. Segundo os autos, o crime aconteceu em fevereiro de 2019, quando o homem teria desferido contra a mulher socos, chutes e golpes violentos com instrumento contundente, que provocaram diversas lesões como trauma cranioencefálico e politraumas intensos, suficientes para a morte da vítima. A vítima não teria esboçado reação por fazer uso de medicamentos controlados.

Durante a madrugada, o homem acionou o atendimento médico de urgência e alegou que a mulher estava desacordada há muitas horas, e que teria ingerido uma grande quantidade de remédios numa suposta tentativa de suicídio. Porém, segundo os depoimentos dos socorristas, o corpo apresentava marcas de violência, além de sinais de rigidez, que indicavam que a morte havia ocorrido há mais de oito horas. Já o laudo pericial cadavérico apontou diversas lesões, fraturas em ossos, feridas no rosto, cabeça, tronco e membros, além de queimaduras de 1º grau. 

O Conselho de Sentença reconheceu como qualificadoras homicídio o emprego de meio cruel e tortura, recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio. O réu foi condenado a 26 anos de reclusão, em regime inicial fechado. Cabe recurso da decisão

Continue Lendo

Polícia

Civil indicia homem por roubo armado em distribuidora

Publicado

em

Criciúma

A Divisão de Repressão à Roubos da Polícia Civil de Criciúma (DRR/DIC), coordenada pelo Delegado Yuri Miqueluzzi, finalizou investigação de roubo em comércio no bairro Cidade Mineira Nova, em Criciúma.

O crime ocorreu em junho deste ano, no período noturno. Uma dupla chegou em uma motocicleta. Um dos autores ingressou armado e anunciou o assalto de forma violenta. Duas pessoas foram rendidas e obrigadas a entregar valores em dinheiro e aparelhos celulares. A dupla fugiu em seguida.

A investigação identificou o autor (20 anos) que ingressou armado no local. Em seu interrogatório, negou a autoria do crime. Foi indiciado pelo roubo majorado pelo uso de arma de fogo e concurso de pessoas. A Polícia Civil representou por medidas cautelares contra o investigado.

Continue Lendo

Mais vistos