Conecte-se conosco

Economia

Projeto de alunos da Unesc propõe produção de fertilizantes a partir de enxofre extraído de pirita

Publicado

em

Ouça esta matéria

Utilizar um rejeito da indústria carbonífera para conseguir enxofre e o utilizar na produção de fertilizantes agrícolas. Esta foi a ideia que um grupo de alunos do curso de Engenharia Química da Unesc apresentou como uma solução para uma mineradora do Sul do Estado agregar valor ao resíduo. O projeto foi fruto de um desafio feito em sala de aula aos acadêmicos que após estudos, ensaios e pesquisa, apresentaram para as Empresas Rio Deserto, que avaliam a possibilidade de utilização da ideia.

O projeto foi desenvolvido no primeiro semestre de 2018 com a orientação do professor Michael Peterson na disciplina de Projetos II aos alunos da décima fase de Engenharia Química. Após quatro meses de trabalho, os estudos foram concluídos e apresentados pelos acadêmicos. “Foi uma atividade que aliou teoria e prática e teve início com uma vontade dos alunos. Eles foram amadurecendo a ideia ao longo da disciplina e agregaram no desenvolvimento dele, conceitos debatidos em sala de aula”, comenta o professor.

“Obtenção de enxofre a partir da pirita” foi produzido dentro das normas e regulamentos ambientais e teve a coorientação dos professores Rosimeri Venâncio Redivo (Engenharia Química) e Edson Firmino (Administração). Conforme Peterson, ao longo do trabalho os alunos utilizaram conceitos aprendidos como processos de operações unitárias, balanço de massa e energia, além de gerenciamento das matérias primas, contabilidade de custos e viabilidade financeira do projeto

O projeto foi desenvolvido por dez alunos, entre eles, Kelvin Goularte. Segundo ele, o professor sugeriu a empresa pelo investimento em pesquisa e desenvolvimento que tem apresentado e fez a “ponte” entre a Universidade e a Rio Deserto, por meio da professora e engenheira química Rosimeri. “Ela propôs o tema e desenvolvemos o projeto em três fases: proposta técnica, onde definimos a rota química do projeto e fizemos a análise de mercado; o dimensionamento dos equipamentos e a análise financeira”, conta o estudante de Engenharia Química.

A equipe solicitou orçamentos com empresas da região e buscou rotas técnicas alternativas na literatura; fez ensaios no Laboratório de Valorização de Resíduos do Iparque (Parque Científico e Tecnológico da Unesc) e consultou trabalhos publicados em artigos científicos para comprovar a rota técnica escolhida. “Na teoria, as vantagens do projeto são: dois anos para o payback, baixo custo fixo de funcionamento, baixo custo de matéria prima, sem contar as vantagens para o meio ambiente com o reaproveitamento do rejeito piritoso”, explica.

Feedback positivo

A apresentação nas Empresas Rio Deserto foi acompanhada pelos profissionais da área ambiental e de novos produtos da mineradora, a engenheira química/mineral Rosimeri Venâncio Redivo, as engenheiras químicas Sabrina Tavares e Bruna Mattiola Scursel, o engenheiro ambiental João Hector Lopes Zanette e o analista agrônomo Claudemir Junior.

Rosimeri explica que, durante todo o semestre, os alunos estudaram as várias rotas de separação e a viabilidade econômica, chegando ao projeto conceitual de alcance do enxofre elementar a partir da pirita, obtendo-se em paralelo o cloreto férrico e o minério de ferro. “A pesquisa foi muito interessante. Ficamos surpresos com a ideia e com o quanto os alunos se dedicaram. Com certeza, esse projeto conceitual será avaliado internamente e utilizado em futuras pesquisas”, afirma. Segundo ela, a experiência foi tão promissora que novos temas de estudo já são pensados para os próximos semestres.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Petrobras reajusta preço da gasolina em quase 8% nas refinarias

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Petrobras reajustou o preço médio do litro da gasolina vendida nas refinarias em R$ 0,15. O novo valor será de R$ 1,98 para as revendedoras e entrará em vigência a partir desta terça-feira (19). O preço final aos motoristas dependerá de cada posto de combustíveis, que tem suas próprias margens de lucro, além do pagamento de impostos e custos com mão de obra.

“Os preços praticados pela Petrobras têm como referência os preços de paridade de importação e, desta maneira, acompanham as variações do valor do produto no mercado internacional e da taxa de câmbio, para cima e para baixo. No ano de 2020, o preço médio da gasolina comercializada pela Petrobras atingiu mínimo de R$ 0,91 por litro”, esclareceu a companhia.

Segundo a Petrobras, dados do Global Petrol Prices, referentes ao último dia 11, indicavam que o preço médio ao consumidor de gasolina no Brasil era o 52º mais barato dentre 165 pesquisados, estando 21,6% abaixo da média de US$ 1,05 por litro.

De acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), feito na semana entre os dias 10 e 16 de janeiro, o litro médio da gasolina comum no país custava R$ 4,572; o do diesel, R$ 3,685; o do etanol, R$ 3,202, e o botijão de 13 kg, R$ 76,50.

Continue Lendo

Economia

Pedido de isenção do IPTU pode ser feito até o dia 31 de março

Publicado

em

Ouça esta matéria

Os contribuintes de Criciúma já podem realizar o pedido de isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). A documentação necessária deve ser apresentada no setor de Arrecadação da Prefeitura até o dia 31 de março. O benefício é um direito previsto por lei, para munícipes nas condições de baixa renda familiar, aposentados e pensionistas. Quem realizou o pedido em 2020, deve efetuar a renovação no setor. 

Áreas de preservação permanente, imóveis do programa ‘Minha casa minha vida’, imóveis que sejam sede de instituições de assistência de pessoas portadoras de doenças graves e imóveis alugados para instalação de templos religiosos de qualquer culto também são contemplados.

Para novos pedidos, o resultado da análise de documentação é informado por telefone em até 180 dias, pela Comissão de Processamento, Análise e Julgamento dos Pedidos de Isenção e Imunidade de Tributos, da Secretaria da Fazenda. Já as renovações, tem o parecer divulgado na hora.

Segundo o fiscal de rendas e tributos, Luiz Fernando Cascaes, a isenção precisa ser renovada no prazo, pois critérios como a renda familiar podem sofrer alterações. “Se em determinado ano a pessoa não conseguiu cumprir um dos critérios e teve o benefício negado, pode ser que no próximo, estando dentro das exigências, possa obter. E vice-versa”, declara.

Critérios para a concessão do benefício

A renda familiar prevista em lei é de até dois salários mínimos e aposentados ou pensionistas com mais de 65 anos de idade, que possuem renda familiar de até quatro salários mínimos.

O imóvel deverá ter área edificada de até 150m² em um terreno com até 600m². Deverá estar em nome do postulante à isenção, e este deve ser seu único imóvel na cidade, servindo exclusivamente para sua própria moradia.

Além disso, os aposentados e pensionistas não poderão ser sócios ou proprietários de empresas. Os documentos necessários para o requerimento podem ser consultados no site: www.criciuma.sc.gov.br.

Documentação para renovação da isenção

– Cópia da Carteira de Identidade e CPF

– Comprovante da isenção do ano anterior

– Comprovante de residência

– Comprovante de renda (de todos que residem na residência)

Continue Lendo

Economia

Abadeus e Grupo Ibrap realizam feirão de empregos, em Criciúma

Publicado

em

Ouça esta matéria

Parceiro da Associação Beneficente Abadeus, o Grupo Ibrap (Indústria Brasileira de Alumínio e Plásticos) realiza um feirão de empregos na próxima terça-feira, dia 19, na sede da Abadeus, em Criciúma. São cerca de 60 vagas disponíveis para o setor de produção na área de alumínio. As oportunidades de trabalho são para a unidade de Urussanga.

O feirão acontecerá das 9 às 12 horas e das 13h30 às 16 horas de terça-feira. Interessados devem comparecer na sede da Abadeus, localizada na Rua Maria Salete de Oliveira, nº 422, Bairro Cristo Redentor, em Criciúma. Eles devem estar munidos de documento de identidade, Carteira de Trabalho e currículo (caso tenham).

A gerente de RH do Grupo Ibrap, Micheline Toazza, explica que não é necessário ter experiência e que as contratações serão imediatas. Além disso, como as vagas são para a unidade de Urussanga, a empresa disponibilizará um ônibus para o transporte dos trabalhadores contratados de Criciúma até Urussanga.

“As vagas são para auxiliar de produção. Podem se candidatar homens, mulheres e não há requisito de faixa etária máxima, apenas mínima: o único requisito é que os interessados tenham 17 anos e meio completos ou mais”, afirma Micheline.

Serviço

O que: Feirão de empregos (Abadeus | Grupo Ibrap)
Data: 19 de janeiro (terça-feira)
Horário: Das 9 às 12 horas e das 13h30 às 16 horas
Local: Abadeus (Rua Maria Salete de Oliveira, nº 422, Bairro Cristo Redentor, em Criciúma)
Requisitos: Idade mínima de 17 anos e meio
Levar: Documento de identidade, Carteira de Trabalho e currículo (caso tenha)

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com