Conecte-se conosco

Polícia

Promotoria detalha ação contra presidente da Multiplicando Talentos

Publicado

em

Ouça esta matéria

Promotor público Gustavo Wiggers detalhou no final desta manhã, durante uma coletiva a imprensa, o processo de investigação que terminou com a prisão do presidente da Ong Multiplicando Talentos e outros oito colaboradores. “Esse trabalho começou em 2011 quando um ex-funcionário nos procurou, apresentou documentos indicando que o erário público estava sendo lesado. Desde então passamos a acompanhar as atividades da Ong e constatamos que o presidente utilizava os recursos públicos em benefício próprio”, pontua.

A Ong foi contratada pela Secretaria de Justiça e Cidadania para gerir a casa de semiliberdade de Criciúma e Araranguá e o Casep de Tubarão e Criciúma. Os órgãos acolhem e oferecem ressocialização aos adolescentes infratores. Era com o dinheiro destinado a este fim que o presidente da entidade se beneficiava. A suspeita é de que ao longo dos últimos anos, pelo menos 1,5 milhão tenham sido desviados. “Mas o valor pode ser maior, acreditamos que seja maior”.

Até o final da próxima semana, o MP deve concluir as primeiras denúncias. Nesta primeira fase o presidente da Ong será acusado de Peculato, que é o desvio de recurso público, e de organização criminosa. “Os outros envolvidos tinham ciência do que estavam fazendo, mas aceitavam as ordens que vinham de cima. Eles não foram beneficiados com os desvios a não ser os salários, mas tinham consciência do que acontecia”, relata o promotor.

Entre os crimes já identificados estava a utilização de dinheiro do Estado para pagar funcionários que atuavam na Ong e em empresas particulares dos acusados. “Um exemplo. Através da Lei Rouanet, a Ong implantou cinemas e o bilheteiro de um deles era pago como socioeducador do Casep”.

A pedido do MP, a justiça determinou o bloqueio de contas bancárias e bens. “Os imóveis foram bloqueados, os carros e as contas. Pelo que fui informado, ele teria 750 mil em contas dele e da empresa, mas o valor ainda precisa ser confirmado”, comenta o promotor que irá solicitar a prorrogação da prisão de todos os envolvidos.

Polícia

Dupla é condenada a 50 anos de prisão por latrocínio de idoso ocorrido em Criciúma

Publicado

em

Ouça esta matéria

O juízo da 1ª Vara Criminal da comarca de Criciúma condenou dois homens, de 45 e 39 anos, pelo latrocínio de um idoso de 62 anos, ocorrido em janeiro deste ano. As penas somadas alcançam 50 anos de prisão. 

Segundo a denúncia, o crime ocorreu no bairro Operária Nova, na cidade-sede da comarca, quando os dois acusados teriam aceitado realizar um programa sexual na casa da vítima. Após um desacordo sobre o pagamento do serviço e já com o intuito de subtrair bens, teriam se aproveitado de que o idoso estava de costas e o estrangulado com um fio de extensão elétrica.

A dupla fugiu do local com diversos itens subtraídos. A vítima foi abandonada com braços e pernas amarrados com fios e um cinto. Além disso, no mesmo dia, os agressores teriam vendido o celular da vítima para um casal. 

Os dois réus foram condenados por latrocínio, respectivamente, a penas de 30 anos e 20 anos de reclusão, em regime inicial fechado. O direito a recorrer em liberdade foi negado para ambos. Quanto ao casal que adquiriu o celular roubado da vítima, ambos foram condenados a um ano de reclusão, em regime aberto, e ao pagamento de 10 dias-multa, pelo crime de receptação. Cabe recurso da decisão ao TJSC

Continue Lendo

Polícia

Mulher encontrada dentro de mala era moradora do bairro Renascer

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Polícia Identificou nesta quarta-feira a mulher encontrada morta dentro de uma mala abandonada na comunidade de Rio dos Anjos em Içara. A vítima é Elizabete Guerreira da Silva. Segundo a Polícia a jovem de 26 anos era moradora do bairro Renascer em Criciúma.

Ela estava nua, com marcas de corda nos pulsos e um saco plástico na cabeça. O corpo estava dentro de uma mala que foi abandonada em um córrego e localizada por um trabalhador que atuava na limpeza do local.

Continue Lendo

Polícia

Mulher é encontrada morta dentro de mala em Içara

Publicado

em

Ouça esta matéria

Uma mulher ainda não identificada foi encontrada morta dentro de uma mala. O corpo foi localizado na manhã desta terça-feira em um córrego na comunidade de Rio dos Anjos em Içara. A Polícia foi acionada por um homem que trabalhava na limpeza do córrego. Foi ele quem encontrou o corpo.

Segundo as informações, ele estava com uma retroescavadeira limpando o local quando percebeu uma mala jogada. Ele resolveu então abrir o objeto e acabou se deparando com o corpo. A mulher tem uma tatuagem no ombro esquerdo com o nome Gilberto. A polícia agora passa a apurar o caso.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com