Sebrae/SC estimula o acesso de micro e pequenos ao mercado internacional

Criciúma

Com o objetivo de intensificar a entrada de micro e pequenas empresas no comércio exterior, o Sebrae/SC promove uma série de eventos no estado para estimular os empresários a iniciar as relações internacionais. Para isso, o Circuito Catarinense de Internacionalização dos Pequenos Negócios oferece palestras gratuitas com convidados do Sebrae, da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e do Banco do Brasil. Na região Sul, o evento será em Tubarão, no próximo dia 26.

No Circuito de Internacionalização, pequenos empresários poderão fortalecer seus negócios e desmistificar a entrada no mercado estrangeiro. O evento traz assuntos como exportações, importações, inteligência de mercado, fontes de financiamento, formas de pagamento, seguro de crédito e promoção comercial no exterior.

“Se abrir para o mercado internacional é de extrema relevância para a economia do estado e a inovação dos pequenos negócios. O Circuito pretende fortalecer isso, incentivando empresários e facilitando o processo de internacionalização”, explica o gerente de Atendimento Empresarial do Sebrae/SC, Douglas Luis Três.

Em Tubarão, o evento será na Faculdade de Tecnologia Senac, localizada no bairro Revoredo, a partir das 18h30min. A analista de atendimento da Gerência Regional Sul do Sebrae/SC, Renata Goulart Fernandes, afirma que “é um evento que vem para a região para desenvolver a cultura exportadora nas micro e pequenas empresas do Sul, envolvendo a Amurel, Amrec e Amesc com o objetivo de mostrar para o micro e pequeno empreendedor que, sim, ele tem possibilidade de alcançar novos mercados através da exportação e mostrar para ele quais são as entidades e instituições que podem apoiar nesse processo”.

Ela lembra, ainda, que as exportações trazem diversos benefícios para as empresas, pois diversificam o mercado de atuação, melhoram a qualidade do produto, auxiliam para alcançar novas exigências do mercado e melhoram e aumentam a capacidade produtiva.

“Sobre o Sul catarinense, o diferencial em relação aos outros locais onde também vão ocorrer o Circuito de Internacionalização é que a nossa região não tem um número tão grande de empresas inseridas no mercado externo, como acontece no Norte do estado, na Grande Florianópolis. Então, a ideia é trazer um número maior de micro e pequenas empresas para o mercado externo”, destaca Renata.

Inscrições e números

O Circuito de Internacionalização é voltado para Microempreendedores Individuais (MEIs) e micro e pequenas empresas da região Sul do estado. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no sitewww.sebrae.sc/circuitotubarao. Mais informações através do telefone (48) 3362.4580 (com Renata, do Sebrae Tubarão) ou pelo e-mail [email protected].

Os eventos também ocorrem em Chapecó, São José, Joinville, Blumenau, Itajaí, Caçador, Lages e São Miguel do Oeste. Além disso, em todas as gerências regionais onde será realizado o Circuito, a equipe do Sebrae/SC prestará consultoria gratuita aos empresários que tiverem interesse em iniciar o processo de internacionalização de suas empresas.

Nos últimos anos, vem crescendo a participação de micro e pequenos negócios catarinenses em operações internacionais. Em 2017, as microempresas representavam 5,42% do total de operações e as pequenas, 18,07%. No ano seguinte, os números passaram para 5,49% e 23,60%, respectivamente. Ao mesmo tempo, a participação de MEIs passou de 1,21% para 2,50%, segundo a Análise de Comércio Internacional Catarinense, de 2017 e 2018, da Fiesc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *