Unesc recebe Prêmio Ser Humano SC 2019

Criciúma

Após um 2019 já repleto de reconhecimento em premiações nacionais, a Unesc entra em 2020 com ainda mais boas notícias. Desta vez o destaque da Universidade está sendo concedido pela ABRH (Associação Brasileira de Recursos Humanos) no Prêmio Ser Humano SC. O resultado, divulgado nesta quarta-feira (15/1), coloca a Universidade entre as vencedoras na categoria Gestão de Pessoas Sustentabilidade. A honraria faz alusão ao trabalho “Secretaria de Diversidades e o Desenvolvimento de uma Cultura de Paz”.

O reconhecimento da Associação foi recebido com alegria na Universidade, que tem apostado na ampliação do trabalho da Secretaria de Diversidades e Políticas de Ações Afirmativas em prol da promoção da chamada Cultura de Paz. Para a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, mais uma vez uma premiação chega para endossar aquilo que já é uma bandeira da Instituição. “Essa é uma temática para a qual temos despendido muita atenção, pois entendemos que é uma necessidade eminente. Junto à Universidade Federal de Santa Catarina, somos as únicas universidades do Estado que possuem um projeto amplo focado nessa questão. Nossa intenção é ampliar cada vez mais esse tipo de trabalho tão importante”, salienta.

Ao reconhecer a necessidade do compartilhamento de informação em nome da conscientização, de acordo com Luciane, a premiação remete ao sentimento de orgulho. “São sementes plantadas com muita dedicação da nossa equipe e que já dão frutos no dia a dia, o que é evidenciado com o destaque concedido pela ABRH. Buscar constantemente a Cultura de Paz está entre as nossas lutas diárias”, completa.

O projeto contemplado pelo Prêmio Ser Humano SC 2019 é de autoria da equipe que atua na Secretaria de Diversidades: Janaína Damásio Vitório, Priscila Schacht Cardozo e Rita de Cássia Guimarães Dagostim. “A Universidade e a Secretaria de Diversidades e o Desenvolvimento de uma Cultura de Paz estão, de fato, muito empenhadas no trabalho na Instituição. Entendemos que estamos em um universo plural e nossa ideia é apresentar questões ligadas a preconceito, violência e diferenças de forma muito clara para que, entendendo, as pessoas possam passar a reconhecer e respeitar”, destaca Janaína.

Desde o mês de julho de 2019 o grupo vem realizando capacitações denominadas “(Há) Gentes da Cultura de Paz”, encontros nos quais apresenta dados, informações e promove discussões acerca da temática, que vai ao encontro do objetivo da Secretaria que baseia-se em “promover o reconhecimento da diversidade e articular a criação de políticas afirmativas para a construção de uma cultura de paz”.

Prêmio Ser Humano

A premiação concedida pela ABRH chega a sua 11ª edição, premiando ações referentes ao ano de 2019. O objetivo da honraria é reconhecer estudantes, profissionais e empresas públicas e privadas, sejam elas micro, pequena, média ou grande, que tenham contribuído de forma relevante para a evolução da prática de Gestão de Pessoas, visando promover o desenvolvimento humano e das organizações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *