Conecte-se conosco

Geral

Unesc figura entre as melhores Universidades da América Latina

Publicado

em

Criciúma

O Sul de Santa Catarina conta com uma das melhores universidades da América Latina, atuante no ensino, pesquisa e extensão. A Unesc está na seleta lista da revista inglesa THE (Times Higher Education), com a posição 125 do Ranking Universitário Latino Americano. O reconhecimento  foi trazido a público nesta terça-feira (7/7), na semana de comemorações pelo Dia Nacional da Ciência e Dia Nacional do Pesquisador, lembrados pontualmente em 8 de julho.

Com o objetivo de reconhecer as melhores instituições de ensino localizadas entre Uruguai e México, a THE  realiza seu estudo com base em 13 rigorosos indicadores de desempenho. Em Santa Catarina, a Unesc foi a mais bem colocada entre as não estatais.

“Nossa Universidade, ao longo destes 52 anos, tem se posicionado de modo diferenciado no cenário regional, estadual, brasileiro e internacional. Suas contribuições para o desenvolvimento são evidentes, em todas as dimensões acadêmicas e na interlocução com o cenário externo. Temos um grupo de professores, extensionistas e pesquisadores de elevada formação, capacidade técnica e produção científica. Estes resultados confirmam a posição de destaque que nossa instituição vem assumindo ao longo de sua história. Estamos orgulhosos deste resultado e do crescimento contínuo da nossa Unesc”, comemorou a reitora, Luciane Bisognin Ceretta.

Neste ano, a revista selecionou 165 instituições com desempenho considerado de excelência, analisando com maior peso cinco pontos principais: ensino, visão internacional, pesquisa, criação científica e transferência de conhecimento para a indústria. “Em sua história, a Universidade desenvolve um trabalho consistente na área acadêmica, em suas diferentes dimensões. A articulação da pesquisa e extensão ao ensino nos confere qualidade e excelência na formação de profissionais, pautada na forte relação com a realidade social. Também colocamos em destaque a associação entre teoria e prática, resultando por muitas vezes em uma imersão na sociedade e que nos caracteriza como Universidade comunitária. Este reconhecimento é fruto do trabalho coletivo de todos que fazem parte da comunidade Unesc”, destacou a pró-reitora acadêmica, Indianara Reynaud Toreti.

O reconhecimento, posto diante de datas comemorativas pela ciência, teve um importante peso dentro da avaliação. Na Unesc, a pesquisa é um dos pilares de atuação da instituição, junto ao ensino e a pesquisa. Grande parte deste segmento é trabalhando por meio da  criação científica e da transferência de conhecimento, realizado dentro do Iparque (Parque Científico e Tecnológico) da Instituição, criando uma harmonia entre as áreas do conhecimento e levando a Unesc a figurar nesta seleta lista. “Ano após anos temos conquistado melhorias, por meio de um corpo técnico qualificado e estímulo à ciência. A Unesc investe e valoriza seus grupos e programas de pesquisa. Este aspecto reflete em melhorias quantitativas e qualitativas. Além disso, podemos destacar nossos sete programas de Pós-Graduação, com cinco deles ofertando doutorado e um atingindo a nota de excelência na avaliação do MEC (Ministério da Educação)”, frisou o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação, Oscar Montedo.

Aspecto citado pela reitora da Instituição, o crescimento contínuo da Universidade vem sendo evidenciado pelos órgão de avaliação ano após ano. Em destaque, a Unesc recebeu nota máxima no conceito do Ministério da Educação – cinco de cinco. Ao realizar o estudo, a Times Higher Education utilizou a mesma metodologia mesma empregada para avaliar universidades em escala global, mas os pesos são recalibrados para refletir as características das universidades da América.

Unesc com matrículas abertas 

O mundo está mudando, o que não muda é a força do conhecimento. Para viver a experiência de estudar na Universidade mais bem conceituada do Sul catarinense, as matrículas para o segundo semestre já estão abertas na Unesc, por meio do Ingresso sem vestibular.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Gapac chega aos 30 anos mudando vidas em Criciúma

Grupo criado em 1994 é atuante na defesa dos direitos humanos

Publicado

em

O Grupo de Apoio e prevenção a Aids de Criciúma (Gapac) chega nesta sexta-feira, 12, aos 30 anos. Voluntários se reuniram em abril de 1994 em prol da Aids e hoje é atuante em diferentes ramos dos direitos humanos. A data celebra o trabalho desenvolvido com milhares de pessoas no município.

Em 1994, a AIDS assolava o mundo e era uma sentença de morte. Foi nesse contexto, que um grupo de pessoas corajosas, movidas pelo amor e pela valorização da vida, decidiu fazer a diferença. “O Gapac nasceu como um raio de esperança em meio à escuridão. Naquela época, a AIDS era uma doença recém-descoberta, cercada de medo e desinformação. As pessoas com HIV eram marginalizadas e sofriam com a falta de tratamento e apoio. Não havia medicamentos, nem políticas públicas, apenas o estigma e a discriminação”, explicou a presidente do Gapac, Alba de Souza Schmitz.

Nos primeiros anos, o apoio dos voluntários foi fundamental na luta contra o preconceito e a falta de verbas para os trabalhos. “Foram muitas lutas e dificuldades enfrentadas. Vimos amigos e companheiros partirem lutamos contra o estigma e a discriminação e batalhamos por políticas públicas que garantissem os direitos das pessoas vivendo com HIV/AIDS”, relembra Alba.

Fortalecimento

Ao longo dos anos, o Gapac se expandiu, abraçando cada vez mais pessoas. De um foco inicial em pessoas vivendo com HIV/AIDS, a organização passou a acolher também as populações-chave: profissionais do sexo, LGBTQIAPN+, pessoas em situação de rua e outras vítimas de preconceito e exclusão. “A luta contra o HIV continuou, mas ampliou seu foco para atender às populações mais vulneráveis, promovendo a autonomia, o empoderamento e a construção de vínculos de afeto, confiança, assistência e dignidade menstrual”, destacou a assistente social que atua no Gapac, Anne Schmitz.

O Gapac foi abrindo caminho, lutando para que as pessoas tivessem acesso a direitos constitucionais. Ainda hoje é necessário o enfrentamento ao preconceito. “O Gapac é um coletivo, uma comunidade vibrante de pessoas que acreditam em um futuro melhor. Somos a prova de que, juntos, podemos construir um mundo mais diverso, inclusivo e justo, onde todas as pessoas sejam livres para viver e amar sem medo”, completou Anne.

Três décadas de histórias

No aniversário de 30 anos, o Gapac celebra as incontáveis vitórias conquistadas por cada pessoa que foi impactada pelo trabalho do grupo com a força da união, da empatia, da resiliência e da luta por um mundo mais justo. “O Gapac se tornou uma voz poderosa na luta contra a homofobia, transfobia, racismo, misoginia e todas as formas de discriminação”, reforça a presidente do grupo.

A missão do grupo continua em promover e defender os direitos humanos, trabalhar para o apoio e empoderamento de todos, e contribuir para uma sociedade mais justa e inclusiva. Através de ações educativas, mobilização social, e defesa de políticas públicas.

O Gapac está localizado na rua Anita Garibaldi, 386, no centro de Criciúma e outras informações sobre o grupo e como se tornar voluntário podem ser obtidas nas redes sociais, pelo instagram no @gapaccriciuma.

Continue Lendo

Emprego

Arroio abre vagas para professores

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Educação de Balneário Arroio do Silva torna público edital de chamada Pública nº 001/2024 para contratação de professores para atuar no ano letivo de 2024.

As vagas são para professor de anos iniciais e/ou ensino infantil (20h semanais); e professor de educação especial (segundo professor)

Os candidatos interessados deverão comparecer na Secretaria de Educação na rua Antônio Luiz de Freitas, nº 40, bairro Centro, no dia 19 de abril das 8h30 às 12h e das 13h30 às 17h, para a entrega da inscrição.

Os documentos necessários constam no edital que está disponível no site da Prefeitura www.arroiodosilva.sc.gov.br

Continue Lendo

Geral

Hospital Veterinário oferece cirurgias a preço social

Publicado

em

O Hospital Veterinário do Unibave (HVU), em Orleans, está oferecendo cirurgias terapêuticas para caninos e felinos, com preço social. Conforme a diretora do HVU, Lívia Valente, os procedimentos incluem cirurgias para correções de hérnias, mastectomia, nodulectomia, piometra, enucleação, ortopedia, amputação, entre outros procedimentos. Serão cinco vagas por semana, com datas agendadas.

A diretora, que também é professora do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Barriga Verde, explica que os serviços oferecidos serão realizados a preço de custo junto à turma da sétima fase do curso, durante a disciplina de Clínica Cirúrgica.

“As cirurgias serão realizadas pelo professor responsável, com o auxílio dos acadêmicos, de modo a garantir o melhor resultado e segurança dos serviços oferecidos”, garante Lívia. Segundo ela, esta é a maneira de contemplar os tutores de pet que procuram atendimento de qualidade e possuem pouca condição financeira para tratar o seu Pet”, comenta.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2024 sulnoticias.com