Conecte-se conosco

Variedades

Alunos do Colégio Unesc reinauguram projeto Unesc Bike

Publicado

em

Ouça esta matéria

s bicicletas do projeto Unesc Bike estão novamente em circulação pelo campus. Após período de pausa no projeto, nesta segunda-feira (5/4), as “magrelas” foram recolocadas para uso. Quem fez a reinauguração da ação foram as crianças do quinto ano do Colégio Unesc, na aula de Educação Física.

O processo de empréstimo das bicicletas, dispostas em três pontos do campus, funciona do mesmo modo lançado em 2019. Na entrada do Bloco Administrativo, no estacionamento do Bloco XXI, que fica nas proximidades da cantina Cantinho da Gula, e em frente ao Bloco S, estão os pontos de retirada e devolução das bikes. Para utilizá-las basta que o estudante ou colaborador apresente seu código de cadastro, o mesmo utilizado para empréstimos de livros na biblioteca, nas Centrais de Atendimento em cada um dos pontos.

Para o Colégio Unesc foram inauguradas novas bicicletas, em dois diferentes tamanhos, e disponibilizadas em um bicicletário exclusivo bem em frente da escola. O uso por parte dos alunos será regulado pela própria direção do Colégio e liberado em momentos e atividades específicas de acordo com a série escolar dos alunos.

A atividade desta segunda-feira (5/4) que marcou o início oficial do projeto no Colégio começou ainda em sala de aula com a explicação completa da professora da disciplina, Bruna Caroline De Bona, da coordenadora pedagógica, Wânia Inácio da Silva Ramos, e da diretora da escola, Giselle dos Passos Vieira. Ali mesmo as crianças já foram orientadas sobre os cuidados de biossegurança necessários ao longo da ação, assim como sobre a necessidade de atenção ao pedalar em grupo e estar em meio ao trânsito no campus da Universidade.

Para garantir que tudo sairia como programado, a equipe do Colégio Unesc contou com a ajuda do setor de Apoio Logístico da Universidade, que acompanhou todo o trajeto com um carro de apoio.

A aluna Valentina Zinc Pacheco, de 10 anos, estava entre as primeiras da fila para usar a bicicleta da escola. Ela, que aprendeu a pedalar aos nove anos, estava ansiosa pela oportunidade de viver essa experiência junto dos colegas. “Tenho certeza que vai ser muito legal podermos andar de bicicleta juntos no Colégio. Ainda ontem eu pude treinar um pouco e hoje tive a surpresa dessa atividade”, disse.

Conforme a professora de Educação Física, a oportunidade tem o objetivo não só de recreação para os alunos, já que eles de fato se divertem muito em atividades como essa, mas também de ensinar sobre o ciclismo e os cuidados uns com os outros. “Eles estavam ansiosos por esse momento e aproveitaram muito. Tenho certeza de que chegarão em casa contando sobre a experiência”, comenta.

Os alunos que não possuem ainda a habilidade de andar de bicicleta, de acordo com Bruna, serão estimulados e ensinados para que logo participem também com o grupo. “Hoje alguns deles não participaram, mas com as bicicletas à disposição logo eles também poderão aprender sobre equilíbrio e irão somar essa experiência não só em suas infâncias, mas também como aprendizado sobre esporte”, acrescenta.

Para a diretora da escola, esse é mais um ponto de extrema importância que destaca o Colégio em toda a região. “Proporcionamos experiências de Universidade em diferentes situações. Essa é mais uma delas. Além das metodologias, da estrutura, dos museus, da biossegurança que segue os padrões da Universidade, da qualificação dos professores e de todo o conjunto de fatores que formam os seus diferenciais, o Colégio Unesc oferecer esse tipo de vivência dentro da escola é algo inédito. Para nós, enquanto equipe de gestão, é uma imensa satisfação. Somos muito gratos a tudo o que a Unesc nos proporciona”, acrescenta Giselle.

Unesc Bike

Quem for pessoalmente ao campus da Unesc já poderá usufruir novamente das bicicletas dispostas nos três pontos definidos. A orientação, conforme assessora da Gestão do Campus, Elisangela Machado, é para que os usuários retirem a chave no ponto de partida e devolvam na sequência, sem permanecer com ela longo de várias horas. “As pessoas podem usar à vontade. Só pedimos que tenham todo o cuidado na higienização das bikes e na devolução da chave para que as bicicletas continuem circulando”, explica.

A higienização de todo o material, bicicletas, chaves e cadeados, será feita pela equipe da Universidade uma vez a cada dia e ficará sob responsabilidade dos alunos e colaboradores a limpeza e desinfecção a cada uso. “As regras de biossegurança orientadas pela Sala de Situação da Unesc seguem mantidas para quem utiliza as bikes. É importante manter o distanciamento, higienizar as mãos antes e depois do uso e estar sempre com seu álcool e máscara, disponibilizados em todos por meio dos kits”, completa.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Variedades

Escola de Idiomas da Unesc oferece aulas de Libras, Italiano para Viagem e Francês para Curiosos

Publicado

em

Ouça esta matéria

A Escola de Idiomas da Unesc traz novidades para o mês de abril e de maio: cursos de Língua Brasileira de Sinais (Libras), de Italiano para Viagem e de Francês para Curiosos. Os interessados já podem fazer suas matrículas e se prepararem para o início das atividades. As aulas ocorrerão presencialmente na Unesc, e, seguindo todos os protocolos de biossegurança, com número reduzido de pessoas na sala.

Libras

A coordenadora pedagógica da Escola de Idiomas da Unesc, Dayane Cortez, explica que o curso de Libras na modalidade presencial é uma novidade e terá aulas às terças-feiras das 20 às 22 horas, totalizando 32 horas de curso e terá início ainda em abril. “Como ainda estamos em situação pandêmica, o número de alunos é reduzido, pelos protocolos de biossegurança, e assim, temos vagas limitadas. Como Libras é uma língua espaço-visual, acreditamos que com aulas presenciais o aproveitamento será maior”, comenta.

A professora de Libras, Ana Paula Marques Luiz, explica que a Língua Brasileira de Sinais é usada pela comunidade surda no Brasil. “Ela é extremamente importante, como qualquer outra, mas por se tratar de uma língua usada pela comunidade surda é também capaz de incluir estas pessoas na sociedade”, comenta Ana Paula.

Já a coordenadora pedagógica da Escola de Idiomas, chama a atenção para a necessidade de a população entender que Libras é uma língua, assim como Alemão ou Francês, por exemplo, e possui estrutura, verbo, variação linguística de lugar para lugar do Brasil, um organismo vivo. “Libras é uma língua oficial do Brasil, com o mesmo status e importância que o Português. Por isso, quando você acessa um órgão público tem direito a um intérprete de Libras, assim como a Unesc garante o direito dos alunos a terem um intérprete de Libras em sala de aula e eventos”.

O curso é voltado para o público em geral, mas atualmente tem uma demanda maior de pedagogos, professores do Ensino Fundamental e Médio e docentes da graduação que, segundo Dayane, querem melhor atender os alunos surdos. “Isso não dispensa o intérprete de Libras da sala de aula, mas ao ter conhecimento sobre Libras, o professor consegue ficar mais próximo do aluno surdo e ter um melhor resultado de seu trabalho”, comenta.

Italiano para viagem

Aos que planejam viagem a passeio ou a trabalho no pós-pandemia, a Escola de Idiomas da Unesc oferece o curso de Italiano para Viagem. Diferente do curso de Italiano já oferecido, este é uma introdução à língua, voltado especificamente para quem precisa aprender o idioma antes de viajar. A professora do curso, Nathália Spencer, explica que se trata de um curso rápido, com carga horária de 20 horas e não é um curso regular de Língua Italiana. As aulas terão início em 3 de maio.

“É voltado especificamente para quem vai viajar e não tem noção nenhuma de Italiano. O curso vai desenvolver situações básicas para que a pessoa consiga se comunicar. Estas situações são baseadas em coisas que o turista vai se deparar, esteja viajando a lazer ou a negócios, como desembarcar no aeroporto, pedir um táxi, pedir o quarto no hotel, fazer compras, pedir comida no restaurante e até em caso de emergência médica. Além disso, os alunos aprenderão também um pouco dos costumes daquele país”.

Francês para curiosos

Destinado a pessoas que gostam da cultura francófona (envolve todos os lugares e pessoas que têm em comum a Língua Francesa), o curso com 20 horas de duração e aulas de 1h30 por semana, terá início em 3 de maio. Vai trabalhar por módulos culturais, como por exemplo, uma aula partir de uma música, onde a professora trará a história da canção, do seu intérprete e da região que ela vem.

“Em uma aula se falará da região da Borgonha, e assim, vamos entrar no assunto vinhos, que são destaque daquele local. Em alguns momentos, a turma receberá convidados especiais, que estão em países que falam francês”, conta a coordenadora pedagógica da Escola de Idiomas da Unesc. À exemplo do curso Italiano para Viagem, Francês para Curiosos não será um curso voltando para a fluência no idioma, mas para auxiliar em situações diversas de uso da língua.

Matrículas

Para saber mais sobre estes e outros cursos ofertados pela Escola de Idiomas Unesc e sobre as matrículas, assim como tirar dúvidas, você pode entrar em contato com a Escola de Idiomas pelo Telefone e Whatsapp Business (48) 3431-45

Continue Lendo

Variedades

Domingo da Misericórdia: Diocese de Criciúma propõe toque de sinos por vítimas da pandemia

Publicado

em

Ouça esta matéria

Todas as igrejas que integram o território da Diocese de Criciúma vão badalar os sinos às 15h deste domingo, dia 11. A iniciativa recordará as vítimas da Covid-19 e as famílias impedidas de vivenciar o luto.

Além do esforço dos profissionais de saúde e o desejo dos brasileiros quanto à superação da pandemia. O horário escolhido também faz referência à hora da misericórdia, em que Cristo entregou a vida após ser crucificado.

Continue Lendo

Variedades

Mundo Jurássico volta ao Nações para marcar aniversário do Shopping

Publicado

em

Ouça esta matéria

O Nações Shopping comemora cinco anos no próximo dia 16 de abril e presenteia Criciúma e região com o mundo pré-histórico dos dinossauros. A atração promete encantar crianças e adultos com réplicas, em tamanho real, dos animais que dominaram a Terra há mais de 100 milhões de anos. A exposição Mundo Jurássico começa dia 17 de abril e vai até 16 de maio. Ao todo 12 representações de dinossauros estarão espalhadas pelo shopping. A entrada é gratuita.

Dentre as atrações está o temível Tiranossauro Rex – um gigante de mais de 6 metros de altura e cerca de 60 dentes, o Gigantossauro – maior animal terrestre carnívoro da história, e o Braquiossauro – um dos dinossauros mais altos que já existiram. A exposição ainda apresentará réplicas do Espinossauro, T-rex filhote, Maiassauro e Raptor, Pterossauro, Estiracossauro, Galimimo, Anquilossauro, Dilofossauro, Protocerátops e um ovo de dinossauro.

Além dos animais, o público poderá se divertir no quiosque de realidade virtual e tirar fotos com os seres pré-históricos. Para tornar a experiência mais real, os dinossauros emitem sons e realizam movimentos específicos. Toda a exposição foi pensada em conjunto com museólogos, arquitetos e cenógrafos. 

O Nações Shopping reforça que todas as medidas de proteção contra a Covid-19 estão sendo seguidas para a proteção do público: distanciamento social, uso de máscaras e álcool em g

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com