Conecte-se conosco

Variedades

Papai Noel dos Correios vai contemplar 220 crianças dos Cras de Criciúma

Publicado

em

Ouça esta matéria

Criciúma

Lápis, papéis e cores. É por meio disso que 220 crianças, com até 11 anos, confeccionaram suas cartas, demonstrando os seus desejos para o Natal. Se trata da campanha Papai Noel dos Correios, que pelo terceiro ano, vai contemplar os usuários dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) de Criciúma. Nessa quarta-feira (18), os equipamentos começarão a anexar as cartas, que poderão ser apadrinhadas pelo site http://blog.correios.com.br/papainoeldoscorreios.

“Esta é uma parceria extremamente importante e que vai contemplar as crianças de até 11 anos e que moram nos territórios de vulnerabilidade social”, acrescentou a secretária municipal da Assistência Social e Habitação de Criciúma, Patrícia Vedana Marques.

Diferente dos outros anos, neste os orientadores sociais de cada equipamento levaram os materiais para a confecção das cartas nas casas das crianças. Outra mudança, é em relação à estratégia da campanha, que está sendo realizada de forma remota. A entrega dos presentes às crianças também passou por alteração. Neste ano, serão entregues aos Cras, que levarão até os usuários por meio de visitas domiciliares. As modificações foram feitas por conta da pandemia, com o objetivo de evitar aglomerações e a disseminação do coronavírus.

“As crianças fazem o pedido daquilo que realmente estão almejando naquele momento. Felizmente, os padrinhos conseguem atender aos desejos. Junto aos presentes, sempre têm mensagens de felicidade e esperança e isso é de extrema importância”, explicou o coordenador da Proteção Social Básica, Natan Lessa Ferreira.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Variedades

Artistas de Criciúma devem se inscrever em edição especial do projeto Quintas Culturais

Publicado

em

Ouça esta matéria

Estão abertas as inscrições para artistas criciumenses participarem do “Quintas Culturais – Edição Especial”. A proposta, idealizada pelo Setor de Arte e Cultura da Unesc, foi contemplada pelo Edital da Fundação Cultural de Criciúma n° 002/2020 – Edital de Projetos de Emergência Cultural Aldir Blanc (Lei nº 14.017/2020). O objetivo é realizar dez apresentações, mediante pagamento de cachê cultural aos artistas selecionados nas linguagens da dança, música, teatro e/ou artes visuais.

As apresentações culturais selecionadas acontecerão no período de 18 de março a 15 de abril, das 18h às 19h20, no Ponto de Cultura Unesc, Palco do Quintas Culturais, e serão transmitidas pela página no Instagram @culturaunesc.

Conforme a coordenadora do Setor Arte e Cultura da Unesc, Amalhene Baesso Reddig, está entre as metas da Unesc e do próprio setor aprovar projetos em editais de fomento externo, trabalho que faz parte da missão e das políticas de cultura da Universidade. “Preocupados em garantir que parte dos recursos sejam repassados aos artistas da região, acreditamos que estamos investindo no fortalecimento da produção cultural, dando visibilidade aos artistas e reinvestindo recursos na economia local”, destaca Amalhene.

De acordo com o produtor cultural da Unesc, Maxwell Sandeer Flor, poderão participar do Quintas Culturais artistas criciumenses não contemplados pelo Edital Projetos de Emergência Cultural Aldir Blanc do município de Criciúma, na modalidade individual, dupla ou grupo desde que respeitando as medidas de segurança no período de pandemia.

As inscrições poderão ser feitas até o dia 10 de março de 2021, no site do Quintas Culturais Unesc http://www.unesc.net/portal/quintas-culturais. Cada artista poderá inscrever até duas propostas, com tempo de quarenta minutos. 

Mais detalhes sobre a proposta podem ser conferidos no Regulamento:

http://www.unesc.net/portal/resources/official_documents/19315.pdf?1614017882
Continue Lendo

Variedades

Via Gastronômica apresenta ações programadas para 2021

Publicado

em

Ouça esta matéria

As ações programadas para 2021 e 2022 pela Via Gastronômica da Associação Empresarial de Criciúma (Acic) foram apresentadas em encontro realizado na tarde desta segunda-feira, 22, na sede da entidade. O planejamento inclui desde o desenvolvimento e formação de profissionais até a realização de eventos, com ênfase no fortalecimento do segmento na cidade.

“Criciúma tem potencialidades que podemos explorar e também ampliar para a região. Há, por exemplo, um grande potencial no turismo de negócios e a circulação desse público pode fomentar o setor gastronômico”, declara o empresário Joster Favero, que assume a presidência da Via Gastronômica para um mandato de dois anos, ao lado de Marcelo Ribeiro da Costa (tesoureiro), Miguel Angelo Mastella (secretário), Guilherme Farias (diretor de Marketing e Eventos) e Leandro Vettorazzi (diretor comercial).

O plano de ação engloba o incentivo às casas ligadas à gastronomia a se associar à Via Gastronômica e tornar a associação de utilidade pública. “Quando as pessoas se unem, têm a força necessária para superar as dificuldades e uma mostra disso veio justamente dos restaurantes, diante da luta que enfrentamos no ano passado. O empreendedor não se deixou abater: buscou alternativas, se reinventou e continuou de portas abertas”, enaltece o presidente da Acic, Moacir Dagostin.

Outro ponto é o apoio a iniciativas relacionadas à cultura e à gastronomia. “O momento é de virada e a motivação vem de movimentos como esse, que fomentem a cultura criativa, tragam mais pessoas para o comércio, os hotéis e os estabelecimentos de gastronomia”, considera o presidente da Fundação Cultural de Criciúma (FCC), Zalmir Casagrande.

Festivais

Realizado pela Via Gastronômica, o Festival Sabores de Criciúma já se consolidou como um dos principais eventos da cidade, oferecendo pratos especiais a preços acessíveis a todos os públicos, nas casas participantes. Na última edição, que ocorreu entre novembro e dezembro do ano passado, foram comercializados quase 1 mil pratos do festival.

Segundo Joster Favero, a nova diretoria pretende mantê-lo, além de projetar o Festival Gastronômico de Criciúma, mais amplo, sendo promovido em algum dos espaços públicos da cidade. “A ideia é evoluir e levar o festival para a rua, montar uma estrutura em um local público e continuar com os preços acessíveis. Apresentamos este ano, mas se não pudermos fazer por conta da pandemia, ficará para 2022. Será um salto qualitativo no calendário de eventos de Criciúma”, avalia.

Outra proposta é criar o Jantar na Mina Modelo, oferecendo refeições nas dependências da Mina de Visitação Octávio Fontana. Para divulgar os pontos turísticos e as opções de gastronomia na cidade, a Via propõe implementar o Mapa Gastronômico de Criciúma.

Mais de 1 mil estabelecimentos registrados

A relevância do segmento para a economia da cidade é ressaltada pelos números. São mais de 1 mil estabelecimentos de gastronomia registrados na Junta Comercial, gerando uma média de 6 mil empregos diretos e uma projeção de 21 mil empregos indiretos. Com isso, os restaurantes injetam aproximadamente R$ 9 milhões mensais na economia local.

Continue Lendo

Variedades

Equipes do Serviço de Convivência da Afasc se preparam para atendimento presencial

Publicado

em

Ouça esta matéria

As equipes da Afasc que atuam no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) para crianças e adolescentes nos sete núcleos da cidade, estão trabalhando com a frase chave “Segurança na acolhida”. Tudo isso porque, a partir do início do mês de março, os profissionais irão receber aproximadamente 400 crianças e adolescentes que fazem parte das oficinas do serviço.

Para assegurar que os usuários sejam bem recepcionados, os profissionais que atuam no atendimento diretamente ao público estão preparando um ambiente seguro, ao mesmo tempo que oferta carinho e alegria. Para iniciar as atividades com qualidade, as equipes estão recebendo materiais pedagógicos, de esporte, arte e artesanato, além dos materiais higienizantes, recomendados pelos Órgãos de Saúde.

Segunda a coordenadora do SCFV para crianças e adolescentes da Afasc, Gladis Sarvalaio, os profissionais e usuários estão ansiosos pelo retorno das atividades presenciais. “O ser humano é um ser social. As medidas de distanciamento dificultaram o contato entre pessoas, mas encontramos alternativas para manter o acompanhamento dos nossos usuários mesmo a distância. Estamos todos ansiosos para o retorno das atividades presenciais e cumprindo todas as medidas de segurança acreditamos que o retorno será não somente possível, mas altamente produtivo para o serviço como um todo” comenta a coordenadora.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2021 sulnoticias.com