Conecte-se conosco

Geral

Criciúma é um dos únicos municípios catarinenses não considerados infestados pelo Aedes aegypti

Publicado

em

Em 2024, a Prefeitura de Criciúma, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, via Vigilância Epidemiológica, registrou quatro focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Em 2023, foram registrados 52 focos, mantendo Criciúma entre os únicos municípios de Santa Catarina, com mais de 100 mil habitantes, que não são considerados infestados pelo vetor. “Enquanto outras regiões tiveram cerca de 1 mil focos do mosquito no ano passado, nossa cidade teve 52. Mesmo assim, não podemos baixar a guarda. A Administração Municipal trabalha forte na fiscalização, prevenção e no combate ao Aedes aegypti”, destaca o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

A cidade tem cinco redes de armadilhas, totalizando 700 dispositivos espalhados por diversos bairros, em todas as regiões. A cada sete dias, as armadilhas são verificadas e, a cada duas semanas, as equipes vistoriam os pontos estratégicos. “Nossas equipes realizam o monitoramento periódico de locais como cemitérios, borracharias, ferros-velhos, lojas de autopeças, floriculturas e outros pontos que podem ser criadouros do mosquito”, relata o gerente de Vigilância em Saúde de Criciúma, Samuel Bucco.

Durante as fiscalizações, havendo irregularidades sanitárias, o proprietário do imóvel é notificado e, dependendo da infração, pode ser multado pela prefeitura. O Programa de Combate à Dengue de Criciúma realiza, também, ações de prevenção e conscientização nas comunidades.

Fiscalização e conscientização

De acordo com o último informe epidemiológico da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) de Santa Catarina, foram identificados 7.185 focos do mosquito Aedes Aegypti e 8.710 casos prováveis da doença, além de cinco óbitos por dengue no estado. Criciúma registrou quatro casos de dengue, contraídos em outros estados, e 69 casos suspeitos. “Em Criciúma, os agentes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e os fiscais da Vigilância Sanitária, no Programa de Combate à Dengue, da Secretaria Municipal de Saúde, realizam um trabalho rigoroso de fiscalização e conscientização dos moradores”, reforça o secretário municipal de Saúde, Acélio Casagrande.

Para monitorar, a Vigilância Sanitária de Criciúma conta com o auxílio de drones para identificar potenciais focos de reprodução do mosquito Aedes aegypti em estruturas que possibilitem o acúmulo de água. O equipamento facilita o trabalho de fiscalização dos agentes em locais de difícil acesso, como imóveis vazios, telhados, lajes e caixas d’água.

A população criciumense pode denunciar casos de irregularidades à Ouvidoria da prefeitura, presencialmente, no Paço Municipal Marcos Rovaris, pelo telefone 156, ou pelo site criciuma.webbrain.app.br/sites/156Brain.

Prevenção ao Aedes aegypti

A melhor maneira de prevenir as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti e a proliferação de focos do mosquito continua sendo eliminar locais com água parada:

– Evitar que a água da chuva fique depositada e acumulada em recipientes como pneus, tampas de garrafas, latas, calhas e copos.

– Não acumular materiais descartáveis desnecessários e sem uso em terrenos baldios e pátios.

– Tratar a piscina com cloro (se ela não estiver em uso, esvaziar completamente).

– Manter lagos e tanques limpos.

– Se atentar as vasilhas de água e comida dos animais de estimação. Lavar com escova e sabão pelo menos uma vez por semana.

– Colocar areia nos pratinhos de plantas e remover duas vezes na semana a água acumulada.

– Manter as lixeiras tampadas, não acumular lixo/entulhos e guardar os pneus em lugares secos e cobertos.

Emprego

Arroio abre vagas para professores

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Educação de Balneário Arroio do Silva torna público edital de chamada Pública nº 001/2024 para contratação de professores para atuar no ano letivo de 2024.

As vagas são para professor de anos iniciais e/ou ensino infantil (20h semanais); e professor de educação especial (segundo professor)

Os candidatos interessados deverão comparecer na Secretaria de Educação na rua Antônio Luiz de Freitas, nº 40, bairro Centro, no dia 19 de abril das 8h30 às 12h e das 13h30 às 17h, para a entrega da inscrição.

Os documentos necessários constam no edital que está disponível no site da Prefeitura www.arroiodosilva.sc.gov.br

Continue Lendo

Geral

Hospital Veterinário oferece cirurgias a preço social

Publicado

em

O Hospital Veterinário do Unibave (HVU), em Orleans, está oferecendo cirurgias terapêuticas para caninos e felinos, com preço social. Conforme a diretora do HVU, Lívia Valente, os procedimentos incluem cirurgias para correções de hérnias, mastectomia, nodulectomia, piometra, enucleação, ortopedia, amputação, entre outros procedimentos. Serão cinco vagas por semana, com datas agendadas.

A diretora, que também é professora do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário Barriga Verde, explica que os serviços oferecidos serão realizados a preço de custo junto à turma da sétima fase do curso, durante a disciplina de Clínica Cirúrgica.

“As cirurgias serão realizadas pelo professor responsável, com o auxílio dos acadêmicos, de modo a garantir o melhor resultado e segurança dos serviços oferecidos”, garante Lívia. Segundo ela, esta é a maneira de contemplar os tutores de pet que procuram atendimento de qualidade e possuem pouca condição financeira para tratar o seu Pet”, comenta.

Continue Lendo

Geral

Sebrae/SC impulsiona 3º Fórum Internacional de Inovação Social da Abadeus

Publicado

em

Com o tema Novas Práticas de Sustentabilidade Social e Econômica, o 3º Fórum Internacional de Inovação Social (FIS) da Abadeus tem estratégias alinhadas com o Sebrae/SC. A entidade é a principal apoiadora do evento e parceira desde a primeira edição, realizada em 2022. Neste ano, o FIS ocorre nos dias 23 e 24 de abril, na Associação Empresarial de Criciúma (Acic), e as inscrições podem ser feitas, gratuitamente, no site: www.abadeus.org.br.

“O Fórum surge como uma plataforma para disseminar informações sobre empreendedorismo e inovação social, além de discutir a importância da inclusão de pessoas em vulnerabilidade no universo da ciência, tecnologia e inovação. Na ocasião, serão debatidas soluções para questões importantes desse contexto. A parceria com o Sebrae/SC visa ampliar o impacto do evento”, destaca o gestor de Inovação da Abadeus, Maicon Canever.

O incentivo ao FIS é parte das iniciativas do Sebrae no estado para promover o empreendedorismo social, um modelo de negócio em ascensão no Brasil e no mundo. Esse conceito transcende a ideia convencional de empreendedorismo centrado apenas na busca pelo lucro, com destaque para a orientação em prol do bem-estar e da qualidade de vida da comunidade. Tais iniciativas e projetos visam gerar impacto social e contribuir para um ambiente positivo e sustentável.

“É com grande satisfação que observamos o papel fundamental desempenhado pela Abadeus no contexto do ecossistema de inovação do Sul catarinense. A inovação social é uma força transformadora que busca soluções criativas para os desafios sociais e ambientais que enfrentamos. Ao reunir mentes brilhantes, organizações engajadas e comunidades ativas, eventos como este fórum não só fomentam a troca de conhecimento e experiências, mas também catalisam a criação de soluções inovadoras e impactantes”, afirma o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/SC, Renato Campos Carvalho.

Referência estadual

Destacando-se como o principal encontro sobre o tema em Santa Catarina, o Fórum Internacional de Inovação Social da Abadeus se consolidou como um marco no calendário do ecossistema de inovação e empreendedorismo estadual. Atraindo uma diversidade de públicos, o evento proporciona uma oportunidade única de aprendizado sobre o potencial transformador da inovação na realidade social e econômica nacional e internacional.

“O fórum aborda uma pauta de extrema relevância que impacta toda a sociedade, sendo um catalisador das melhores práticas de inovação social, tanto no Brasil quanto no mundo. Na última edição, contamos com a participação de 430 pessoas presencialmente e 600 online, o que demonstra um saldo extremamente positivo. Nosso público vem em busca de conhecimento sobre como a inovação pode, efetivamente, transformar realidades sociais e econômicas”, frisa a diretora-executiva da Abadeus, Shirlei Monteiro.

Programação

A cerimônia de abertura do Fórum acontece às 19h, do dia 23 (terça-feira), e contará com uma apresentação musical da Escola de Artes Abadeus. O primeiro dia terá palestras do secretário do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Inácio Arruda, e da coordenadora nacional do Programa Inclusão Socioprodutiva do Sebrae/SC, Renata Candida de Souza. As apresentações abordarão temas fundamentais relacionados ao desenvolvimento social, por meio da inovação e da inclusão produtiva.

No dia 24 (quarta-feira), a programação terá início às 8h30 com uma apresentação da diretora-executiva da Abadeus. Em seguida, o Fórum trará dois cases internacionais de destaque. Natália Montbeller, representante da Unesco Sost, abordará o tema “Habilidades Sólidas em Tempos Líquidos”, enquanto a doutora Constança Nunes, da Maze Impact Portugal, trará reflexões sobre “Inovação e Investimento Social como oportunidade para todos: aprendizagens do contexto português”.

O evento será encerrado com dois cases nacionais igualmente relevantes. Gabriel Cardoso, gerente executivo do Instituto Sabin, discutirá “Inovação Social: estratégias para a melhoria da qualidade de vida, do bem-estar e da prosperidade nas comunidades”. Por fim, as palestras culminarão com a apresentação da coordenadora de Economia Verde do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Giselle Sakamoto Souza Vianna.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2024 sulnoticias.com