Carro elétrico 100% Catarinense em exposição na Satc

O primeiro carro elétrico 100% catarinense é presença confirmada no encerramento da II Semana Acadêmica da Engenharia Elétrica, evento promovido pela faculdade SATC (Rua Pascoal Meller, 73, Bairro Universitário), que ocorre entre os dias 06 e 10 de novembro em Criciúma.

Os entusiastas da mobilidade elétrica poderão conhecer de perto o simpático carro, que fez sua primeira aparição pública em grande estilo, na Campus Party realizada em agosto, na Bahia. “A receptividade do público foi surpreendente. Mostra que o brasileiro está aberto a adotar novas tecnologias alinhadas com o conceito de mobilidade inteligente. O Li foi desenvolvido para suprir uma lacuna que encontramos no mercado nacional, dominado por carros de golfe ou veículos elétricos importados, incompatíveis com a nossa realidade. Projetamos um utilitário que em breve irá circular pelas ruas brasileiras, com autonomia viável para trajetos urbanos e tecnologia de ponta, com inovações consideradas inéditas no mercado automotivo”, afirma o engenheiro mecânico e sócio da Mobilis, Mahatma Marostica.

Li: o pequeno gigante da Mobilis

A bateria de íons de lítio, que inspirou o nome do veículo, traz um diferencial competitivo para o Li. Se comparado aos produtos disponíveis no Brasil, como carros de golfe convencionais, importados da China ou EUA, por exemplo, que tem bateria com vida útil de três anos, o veículo da Mobilis permite uma duração de mais de 10 anos por conta da tecnologia avançada.

Segundo o engenheiro eletricista Paulo Bosquiero Zanetti, sócio da Mobilis, existe um movimento mundial em torno dos veículos elétricos. “Nós acreditamos em um modelo inovador de transporte e por isso acreditamos no sucesso do Li. A partir dele, uma série de soluções voltadas para a mobilidade serão criadas para incentivar a mudança da cultural local, impulsionando a oferta e educando a população para um futuro onde os carros elétricos farão parte do cotidiano nas ruas”, acredita Zanetti.

A Mobilis surgiu no final de 2013, fundada pelos engenheiros mecânicos Mahatma Marostica, Thiago Hoeltgebaum e pelo engenheiro eletricista Paulo Bosquiero Zanetti. A empresa, com sede em Florianópolis e micro fábrica localizada no bairro Pedra Branca, em Palhoça, se desenvolveu para traduzir as necessidades de mobilidade das pessoas e projetar veículos elétricos viáveis para uso no Brasil, com visão e padrões globais.

O Li estará exposto em Criciúma no encerramento da II Semana Acadêmica da Engenharia Elétrica no dia 10 de novembro, sexta-feira, na faculdade SATC.  Mais informações sobre a II Semana Acadêmica da Engenharia Elétrica estão disponíveis no site www.eventoseletrica.satc.edu.br.