Presidente quer revogar “Lei do Décimo” em Içara

Presidente da Câmara de vereadores de Içara, Alex Michels (PSD) deve sugerir aos parlamentares a revogação da lei que existe na cidade e permite que os vereadores recebam o 13º salário.  “Minha posição é contrária e já havia deixado isso bem claro. Agora como existe a lei, vamos analisar e propor a revogação. Também preciso analisar com o Tribunal de Contas, mas para esse ano já afirmo que não há orçamento”, pontua.

Outros parlamentares também se manifestaram contrários. “Não quero criar polêmica com meus colegas, tenho evitado falar sobre isso, mas eu sou contra. Não é o momento”, pontou Lauro Nogueira. “Meu posicionamento é contrário a esse pagamento. Não é o momento e além disso, os vereadores não são servidores, não podem ter o mesmo direito dos demais trabalhadores. Sou contra”, emendou Edna Benedet.

O vereador Geraldo Baldissera disse que nunca teve projeto, mas que também é a favor do não pagamento. “Não tem projeto de 13º. Não se discutiu isso. Se o presidente tentar revogar a lei que já existe eu sou a favor. Existiu uma conversa, mas não se falou em projeto de 13º”, destaca.

Para o vereador Rodrigues Mendes, a bola está nos pés de Alex MIchels. “Nunca teve projeto de 13º, divulgaram uma informação que não é verdadeira. Agora se tem a lei a decisão, a responsabilidade é do Presidente. Quem administra a Câmara é o Alex Michels. Com relação a essa ideia de revogar a lei, nem sei se ele vota. Ele tem que discutir antes com os vereadores”.

Nos bastidores, a avaliação de alguns parlamentares é de que é melhor ficar em silêncio, mas a aposta é de que, serenados os ânimos o pagamento vai sair já que o direito já está assegurado.