Conecte-se conosco

Política

Jorginho vai a Portugal e presidente da Alesc assume Estado por uma semana

Publicado

em

O governador Jorginho Mello transferiu, neste domingo,7, o comando do Estado para o presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), Mauro de Nadal. O deputado passa a ser o governador interino até o próximo domingo, 14. A posse, na Casa da Agronômica, foi necessária porque a vice-governadora, Marilisa Bohem, também cumpre missão internacional no Uruguai, tratando de investimentos na área da educação.

Durante toda a semana, o governador Jorginho Mello lidera uma comitiva em Portugal em busca de oportunidades de negócios e cooperação entre Santa Catarina e o país europeu. Turismo, Segurança Pública, Saúde e Logística devem ser os principais temas abordados durante a missão internacional. O grupo catarinense será composto por secretários de Estado, deputados, empresários e diretores de autarquias.

“É uma viagem curta, de seis dias, mas nós vamos tratar de duas ações importantíssimas e outras relações comerciais. Nós vamos tratar em primeiro lugar com a Tap, consolidar o programa de viagens estabelecido, Portugal- Santa Catarina, via Floripa. Começa dia 3 de setembro três voos por semana direto para Lisboa. Então a gente conquistou isso eu vou consolidar com a Tap.

Segundo assunto é a central de emergência: eles têm uma central, que é a melhor do mundo – construída pela universidade e implantada pelas forças públicas de lá, e que você liga para um único número, um call center vai receber essa ligação e vai transferir exatamente para onde tem que ser. E mais alguns assuntos econômicos, para chamar investidores para Santa Catarina. Por exemplo, o aeroporto de Jaguaruna que nós vamos conceder e outros assuntos que a gente possa estar construindo com Portugal”, disse o governador Jorginho Mello.

O governador interino, Mauro de Nadal, planeja neste período cumprir a agenda que já estava prevista, mas também participar de outros compromissos específicos. Já nesta segunda-feira, 8, ele se reúne com prefeitos, presidentes de cooperativas e de federações de classe. Na terça-feira, 9, vai a Brasília e a partir de quarta até sábado, Mauro de Nadal passa a visitar cidades catarinenses de diversas regiões em ações de governo.

“É um misto de felicidade com uma grande responsabilidade assumir o Governo do Estado embora só por uma semana, mas é uma grande responsabilidade. A gente recebe com aquele dever de político catarinense, o dever de fazer um bom trabalho, o dever de prestar contas desse trabalho. Mas acima de tudo, um dever de estar sintonizado com aquilo que é a vontade do catarinense, procurar ao longo desta semana atender alguma coisa dessas demandas. Juntamente com todos os meus colegas deputados, vamos rodar em Santa Catarina. Porque ao tempo em que o governador Jorginho Mello permite com que Mauro de Nadal assuma o Governo, ele está permitindo que o Parlamento Catarinense esteja assumindo o Governo”, afirmou.

A transmissão de cargo foi bastante prestigiada e também contou com a posse do deputado estadual Maurício Eskudlark como presidente interino da Alesc, para cumprir o mandato na ausência do titular. Também estiveram na cerimônia o prefeito de Florianópolis Topázio Neto, o procurador-geral de Justiça, Fabio Trajano, o vice-presidente do Tribunal de Contas de Santa Catarina, José Nei Ascari, o vice-presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, desembargador Cid Goulart, além de diversos deputados estaduais e federais, magistrados, vereadores e prefeitos.

Política

Minotto assume comando da Assembleia Legislativa

Publicado

em

O deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT) assumiu interinamente a presidência da Assembleia Legislativa de Santa Catarina nesta terça-feira (9). Minotto é o 2 vice-presidente e assume após licença do presidente Mauro de Nadal, que está Governador do Estado, e do 1º vice-presidente, deputado Mauricio Eskudlark.

Rodrigo Minotto está no terceiro mandato na Assembleia Legislativa (2015/2019, 2019/2023 e 2023/2027). Tem 51 anos de idade, é formado em administração e direito, sendo advogado de profissão. Foi eleito em 2014 com 26.929 votos, reeleito em 2018 com 26.623, e novamente em 2022 com 28.685 votos.

“Será um momento marcante nesta trajetória política, e espero aproveitar da maneira mais construtiva. Vamos seguir dialogando com os catarinenses, cuidando dos trabalhos da Alesc e atendendo os deputados e servidores. Quero agradecer o gesto importante do presidente Mauro de Nadal e do vice-presidente Mauricio Eskudlark nesta caminhada”, destaca Minotto.

Continue Lendo

Política

Governador Jorginho Mello cumpre primeira agenda de viagem a Portugal

Publicado

em

O governador Jorginho Mello se reuniu com o Embaixador de Portugal no Brasil, Raimundo Carreiro Silva, durante sua primeira reunião de trabalho na manhã desta terça-feira, 9, em Lisboa. O encontro teve como objetivo fortalecer as relações bilaterais entre Santa Catarina e Portugal, explorando oportunidades de cooperação nas áreas de economia, educação, cultura e turismo.

No encontro que aconteceu na residência oficial do Embaixador foram discutidos diversos projetos de interesse mútuo, incluindo parcerias comerciais e intercâmbios culturais. O governador destacou a importância de estreitar os laços com Portugal, um país com o qual o Brasil compartilha profundas conexões históricas e culturais. Além disso, o estado catarinense tem fortes ligações com o país por conta da cultura açoriana do litoral. O dialeto, hábitos e costumes foram herdados pelos então colonizadores portugueses e que ainda estão presentes em vários municípios de Santa Catarina.

Também estavam no encontro os integrantes da comitiva catarinense com secretários de Estado, parlamentares de Portugal e representantes da empresa aérea TAP. O governador Jorginho Mello destacou os potenciais do estado para os líderes políticos portugueses.

“Quem conhece Santa Catarina se apaixona. É um estado pequeno no tamanho, mas de uma grandeza extraordinária. Somos um gigante no que representamos e isso precisa ser ecoado para fora do Brasil. Temos a melhor qualidade de vida, somos o estado mais seguro do Brasil e por aí vai. Essa nossa missão aqui em Portugal é para mostrar mais o nosso estado para a população desse país. Temos várias questões que estão ligadas culturalmente como a pesca e a cultura açoriana, tão evidente nas praias de Santa Catarina. Temos que estar mais próximos, e claro buscando novas parcerias e investimentos”, destacou o governador Jorginho Mello.

O Embaixador de Portugal, por sua vez, manifestou entusiasmo em colaborar com o estado, ressaltando o potencial de iniciativas conjuntas para promover o desenvolvimento sustentável e o crescimento econômico. Ambos os líderes comprometeram-se a continuar o diálogo e a buscar novas formas de cooperação que beneficiem tanto os cidadãos portugueses quanto os brasileiros.

“Apesar de ser brasileiro, Santa Catarina é um estado que ainda não conheço. Minhas próximas férias serão lá. E esse nosso encontro hoje serviu pra isso, unir mais, com muito potencial de parcerias. Sabemos que vocês se destacam em várias áreas e que estão na frente colocando o Brasil na vitrine para os visitantes estrangeiros. Estamos bem felizes com essa agenda de trabalho com a liderança do governo de Santa Catarina”, disse o Embaixador de Portugal no Brasil, Raimundo Carreiro Silva.

Santa Catarina conectada à Europa

O CEO e presidente do Conselho de Administração da TAP, Luís Rodrigues, também participou da reunião. Recentemente a empresa confirmou a ligação direta com Santa Catarina na nova ponte aérea anunciada pela TAP Air Portugal.

“Só nos faz perguntar como é que demoramos tanto tempo a descobrir esse destino. Felizmente, o que aconteceu e as expectativas neste momento com aquilo que temos visto é que seja um dos melhores destinos do Brasil para a TAP e para nossos clientes. Faz parte da nossa missão trazer o Brasil à Europa e, particularmente, Santa Catarina, que tem feito um trabalho extraordinário na promoção desse destino. Eu acho que Santa Catarina, mostrando os indicadores que tem, não só serve o Estado, como também serve o Brasil”, reforçou o CEO da TAP, Luís Rodrigues.

“Eu não tenho dúvida que será um sucesso essa nova ligação com a Europa. Já é um sucesso vendo todas as passagens já vendidas nos primeiros vôos já confirmados aqui para Portugal. Queremos também levar o português, o europeu para visitar o nosso estado. Nossa missão aqui é plantar essa semente e mostrar mais nossos potenciais para o povo daqui. Vamos ser grandes parceiros e isso reflete no turismo e nos negócios. Estamos muito felizes que a TAP acreditou no potencial de Santa Catarina”, acrescentou o governador Jorginho Mello.

Ao final do encontro, o governador Jorginho Mello e o Embaixador de Portugal expressaram otimismo quanto ao futuro das relações entre o estado e Portugal, reafirmando o compromisso de trabalhar juntos para alcançar objetivos comuns.

Continue Lendo

Política

“Guarda Municipal não é solução para aumentar a segurança pública”, afirma Vaguinho Espíndola

Publicado

em

Para o pré-candidato a prefeito de Criciúma, Vaguinho Espíndola (PSD), não é efetiva a ideia de reativar a Guarda Municipal – nos mesmos moldes da instituição extinta em 2017 – com o objetivo de aumentar a segurança pública. Desde que a instituição deixou de existir, os números diminuíram consideravelmente na cidade, tanto que atualmente, segundo o Atlas da Violência 2024 divulgado nesta semana, Criciúma é a primeira mais segura entre os estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul quando analisados os municípios com mais de 200 mil habitantes.

Ainda de acordo com dados de Criciúma, o período de 2012 a 2016 – quando a cidade contava com uma Guarda Municipal ativa – foi o mais violento da história, com o registro de 217 homicídios. Já nos cinco anos seguintes, depois que a Guarda foi extinta em 2017, houve uma queda considerável nos casos e as forças de segurança contabilizaram 77 homicídios e no período atual, esse número é ainda menor: 14.

“Segurança Pública é um dever do Estado, mas também uma responsabilidade do Município. O que nós precisamos hoje, é deixar que as polícias façam o trabalho delas, com muito mais tempo e qualidade. Para isso, precisamos de agentes de trânsito ajudando, principalmente em acidentes sem vítimas, no patrulhamento das saídas das escolas e na proteção patrimonial da cidade, como nos parques, por exemplo. Temos que entender que toda estrutura que você traz para dentro da Prefeitura onera o município e, por isso, precisamos pensar em políticas públicas sistêmicas e integradas, bem como cobrar do Governo do Estado para que aumente o efetivo da polícia militar na cidade”, argumenta o pré-candidato a prefeito pelo PSD.

Cidades mais violentas de SC possuem Guarda Municipal

O Atlas da Violência é um levantamento anual feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). O documento divulgado nesta semana mostra que Criciúma é uma das cidades mais seguras de Santa Catarina, uma vez que possui uma taxa de apenas 6,1 homicídios a cada 100 mil habitantes.

Por outro lado, entre as cidades catarinenses mais violentas, de acordo com o levantamento, estão Balneário Camboriú, com 12,9 homicídios a cada 100 mil habitantes; Chapecó (12,6), Palhoça (10,8) e Joinville (9,7). “A semelhança dessas cidades mais violentas, é que todas possuem Guardas Municipais. Já por outro lado, Jaraguá do Sul, que é o município mais seguro de Santa Catarina, não possui a guarda instituída. Ou seja, ter uma Guarda Municipal não é a solução para aumentar a segurança pública e, por isso, sou contrário à sua reativação”, avalia Vaguinho.

Continue Lendo

Mais vistos

© Copyright 2007-2024 sulnoticias.com